quarta-feira, 26 de maio de 2010

Pieguices

está uma bela noite neblinosa aki na UFV. Vi C de longe quando eu ia pra aula de literatura. Perdi a aula pr ficar lá conversando com ele e um amigo dele. Me arrependi. Ouvi tanta bobagem...depois ele se desculpou, disse que não devia ter dito tudo akilo, etc, etc.Aí veio akela ladainha de não envolvimento, fuga de sentimentos, etc. Ele disse que tudo que fez e falou fo pela fuga, pra nao acontecer de ter sentimento, mas ele reconhece que já aconteceu. Já estamos envolvidos. Pelo menos dessa vez ele num quis me chutar...só pediu muitas desculpas. Eu fiki realmnete magoada. O amigo dele e e ele ficaram falando o tipo de coisa que homem fala de mulher e de outros assuntos, mas nunca na frente de uma. Não me respeitou, isso foi o pior. Achei q ele ia querer terminar, mas agora somos só amigos, então não tem o que terminar...entrei no msn e nem falei com ele. Esperei. Ele falou comigo, disse que queria conversar, imaginei que fosse o fim. Espero que não, espero que ele pense e repense e deseje continuar, melhor, que não consiga dizer não ao que sente por mim.

Engraçado pensar que to vivendo tudo isso, todo esse drama, toda essa novela...estava construindo na minha mente a firme certeza de que amor e relacionamento não era pra mim, mas de repente, estou a um passo de tocar, de viver tudo isso com que sempre sonhei. Mas C parece que não vai me permitir viver isso, pelo menos não com ele. Não sei o que ele vai fazer e se vai fazer alguma coisa...

o que quer que ele sinta, é algo bom...diz que eu sou especial, diz que se irrita quando eu me rebaixo, preocupa-se tanto com isso, preocupa-se tanto em ficar longe, em ser "o mais babaca possível", como ele mesmo diz pra não criar sentimentos...mas tudo isso já demonstra o nosso envolvimento...o nosso caso de amor...piegas mas é isso mesmo, nosso amor.

toda essa negação, esse to nem ai, pode arrumar outro, tudo é afirmação do que ele tenta negar, do que ele tenta afastar de si...process of denegation in real life, in my life. My goodness, life imitates art. That's all. be mine, CJ.

ois.