domingo, 13 de março de 2011

Segredos


Mas eu estou inteira aqui
sem nada a esconder
sem pedaço nenhum pra fora
todos os pedaços dentro
dentro do pó do avesso,
do pó que eu sou.

você perguntou se eu nunca disse não pra alguém
não é de minha natureza,
ainda que perversa
conseguir pura e simplesmente dizer não
eu não
eu, não

é que eu estou toda aqui,
com os meus cacos de vidro
e meus chinelos azuis enfeitados
amanhã eu vou caminhar
com todos os meus pedaços dentro

eu sei que foi um adeus
mas qual o motivo do inquerito preocupante que ouvi?
ou preocupado, ou despaichado
- só conversa...você disse
e eu prefiro acreditar nisso,
desconfiando, é claro

mas é que eu tô aqui
ainda inteira pra você
se me pedisse, eu ficava
se fosse situação contra´ria, você bem sabe
sabe bem que eu não diria adeus
que eu ficava.

mas é que você não está aqui
não está inteiro, assim
pra me receber
conforme manda meu figurino
manda meu coração-emoção

... você se fecha, se preocupa, me pergunta e me bate
e eu não sei o que pensar
amizade, atração, paixão, carência
é, é tudo e é
é nada.

mas é que eu estou e sou assim mesmo
carente-vulnerável
preciso aprender
mas você não partilha segredos...