Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 1, 2012

Passa, passado

“O correr da vida embrulha tudo. Ávida é assim, esquenta e esfria, aperta e depois afrouxa, aquieta e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem. O que Deus quer é ver a gente aprendendo a ser capaz de ficar alegre e amar, no meio da alegria. E ainda mais no meio da tristeza. Todo o caminho da gente é resvaloso, mas cair não prejudica demais, a gente levanta, a gente sobe, a gente volta”.

(João Guimarães Rosa em “Grande Sertão Veredas”, 1956).

Não sinto saudades, tenho vontade do futuro, de ir pra frente. Chega de remoer o passado, que não tem jeito mesmo, agora é olhar pra frente, o que ainda há de vir pode estar nas nossas mãos, podemos transformar ainda. O passado não se esquece, está sempre aqui; não quero esquecer nada, é claro, e nem é possível e nem se deve esquecer as origens, tudo. Lembro do que foi bom e do mau também, pra seguir. Se foi bom, imitar tudo; se foi mau, tentar fazer diferente, então. E é tudo tão dificil. Sinto falta de muita coisa: falta de te…