terça-feira, 6 de outubro de 2009

genius

acordei com o tino de que sou artista, mas faz tanto tempo que não produzo minha arte...poesia. Sou do tipo que num fica escrevendo e reescrevendo; gosto de escrever e acabou, aí está a obra. Não gosto de retoques, nada. por isso, quando me vêm ideias bobas ou infantis, nem escrevo, ou apago...eu num sei, num quero parar de escrever, de produzir...sei q a poesia num vai me dar subsídios financeiros, mas eu simplesmente não posso renegá-la, é parte de mim, sem nenhuma pretensão ou arrogância, realmente é parte de mim.
Emocionalmente, estou numa fase tranquila novamente, graças ao meu bom Deus. Claro que num deixo de querer o amor, mas procuro nao ficar ocupando minha mente o tempo todo com isso, o que sempre me faz mal. Engraçado que amigas tem tido os mesmos problemas, isto é, problemas afetivos. A área afetiva afeta demais uma mulher de um jeito que nenhum homem entende e nunca compreenderá, pois faz parte de ser mulher. Mas deviam pelo menos ser mais sensíveis a isso, né?!
Eu estou sendo boa ouvinte como sempre, apesar de ter a impressão de que, quando preciso, ninguém quer me ouvir...mas eu ouço porque é o que se pode fazer por uma amiga as vezes...e as vezes desejo mesmo que o cara se arrume pra lá, pq mulheres como as que conheço não precisam mendigar amor de nenhum tonto que as largou. Diante de uma mesma situação com duas amigas, tenho duas reações diversas: uma se decepcionou, tem raiva do cara, quer partir pra outra (yes!!), a outra fica naquela esperança latente (hm...é assim mesmo).
sorte de hj no meu orkut: "Quando as pessoas falam, ouça com atenção. A maioria das pessoas nunca ouve", o que me leva a crer que to fazendo o certo..fazei o bem sem olhar a quem e sem esperar reciprocidade (mas a gente sempre espera neh). E mulheres sempre esperam o mesmo amor e dedicação que dão aos parceiros...esperam que haja respeito e ainda algum resquicio de sentimento se tudo acaba....esperam que ele volte, que se arrependa, que se de muito mal longe dela hehe....
engraçado que eu já esperei tudo isso. Num tive um relacionamento muito saudável (nem um relacionamento aquilo era de fato), mas quando acabou a prima vez, eu sofri d+, mas, engraçado, só sofri, nunca imaginava que ia voltar...voltamos, foi mara, mas num durou muito. Mas meu caso é muito peculiar, tem mil condicionantes aí...O caso é que hj nos falamo quase que diariamente pelo msn. Ele está namorando e ontem cheguei a perguntar como ia o namoro. Temi a resposta, temi mesmo. Ele disse que ia bem, eu disse que bom. Nunca pensei que realmente desejaria que tudo fosse bem a ele sem mim. Mas depois que decidi não ficar vendo-o frequentemente, axu que a amizade se estabeleceu. Viramos amigos virtuais, hehe. Pra mim está ótimo. mas teve ate um dia que ele apareceu aki pra tentar instalar um msn novo no meu notebook. Eu fiquei tensa, não sabia como eu mesma ia reagir, mas me comportei muito bem, nos abraçamos, foi bom vê-lo. Tenho ganhado sua confiança, isso é bom. Não quero dizer que vou atacar novamente, é exatamente o que quero frisar: sofri muito por um tempo, mendigava o amor dele, mas agora acabou, tem hora que, mesmo amando, você tem que acordar e dizer basta. Tem que escolher não mais querer a pessoa; foi isso que fiz e inclusive contei a ele sobre minha escolha. É possível manter a amizade. Desde que você não o veja com a outra rsrsrsrs. Bye!