quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Primavera



"o tempo bom existe sim, e ele sorri pra quem quiser viver...
o bom momento vai estar pra sempre na sua mente,
basta lembrar pra vida ficar diferente..."

Bons tempos - Pregador Luo e apocalipse 16


Há tempo pra tudo, diz o livro de Eclesiastes. Pois bem, o tempo da bonança e da colheita chegou na minha vida, mas preciso ainda me acostumar, é tudo tão estranho, novo e diferente, mas precisava realmente compartilhar meu namoro, recente, fresco e bobo, tanto quanto primaveril. Sempre guardei o dia 23 de setmbro como início da primavera, mas parece que o dia oficial é o dia 22, mas a minha primavera começou esse ano no dia 21, agora, sexta-feira.

Ele veio e estava de verde. Não era belo, não era rico, não tinha nada nas mãos, mas amor no coração. Me conquistou, convenceu, amou. Amei. Paixão, tudo. É tanta coisa nova pra mim que nem dá pra explicar, só agradeço a Ele. 

Mas nao aguento perdas e espero não perder os amigospor causa das minhas escolhas. Parece que quando a gente chega na vida adulta, os caminhos de todos divergem. E ainda mais quando se faz certas escolhas...

Voltando à minha recente situação, parece que está tudo muito rápido, muito intenso. Estou sofrendo e amando. Sofro porque parece que a vida adulta finalmente chegou e dói, mas é extremamente boa. Não sei dizer o que sinto, sentir não é dizer... é tudo tão intenso, novo, me dá medo. Medo de errar, medo de acertar, medo do novo, enfim.

Não sei escrever verso de amor
nem sei nem mesmo amar
e de tudo tenho medo....