quinta-feira, 27 de junho de 2013

Problemas


"Entrega teu caminho ao Senhor, confia nEle, e o mais Ele fará"
Salmo 37:5

Problemas. Se não nos acostumamos ou amoldamos a ele, sempre incomodam, tem uns que até a gente mesmo causa sem querer/saber, sem intenção ou com, subconsciente. Enfim, existem e precisam ser resolvidos. Tenho causado alguns, arrumado outros e outros tem aparecido, simplesmente, sobretudo com as mudanças que tenho que fazer, do tipo:

1. Mudar de casa - bom, moro em república, vou ter um bebê e isso meche com a rotina de todo mundo. Ainda que esteja cedo, já estou querendo bater asas e voar, mesmo porque meu humor não anda nada bom, devem ser os hormônios alterados, sei lá.
2. Fazer exames - já estou com o pedido, falta o SUS resolver marcar e me atender decentemente. Até agora, só consegui fazer um ultrassom e ainda nem peguei resultado, sendo que estou com pedido de exame de fezes, urina, sangue, etc, etc... Hoje tive que fazer um ultrassom mamário e fiquei quase 3 horas na espera, sem comer. A cara do médico não foi muito boa. Preocupação a mais...
3. Comer direito - Como já disse, voltei a comer no restaurante universitário porque não tenho muito jeito na cozinha pra fazer uma refeição mais completa, e só tenho mais o almoço de amanhã, porque depois... estou na pindaíba total. Sinceramente, não sei o que faço de tão errado com my money, sempre está faltando. O salário é pouco e tenho dívidas, mas está indo embora cedo e rápido demais.
4. Colocar as pessoas em seus lugares - Tem muita gente aparecendo e se declarando madrinha ou padrinho do meu baby e isso está me irritando. Na minha família nunca teve disso, acho que vem mais de tradição católica e eu sinceramente não entendo qual diferença faz ter um padrinho/madrinha ou não. As pessoas estão também dando palpites demais. Ainda bem que os nomes pelo menos já estão escolhidos. 
5. Decidir onde ter o bebê - A perguntação alheia realmente está me deixando nervosa, tem tanta coisa que ainda não sei ou não decidi! E nem estou sabendo por onde começar, preciso de um norte e estou buscando em alguns contatos. Manhêeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!
6. Saber como está o bebê - "e ai, como tá o bebezinho??" Se eu responder que não sei já estou sendo uma mãe desnaturada? Como eu disse, estou esperando as datas do SUS pra poder fazer exames e voltar ao médico/a para acompanhamento. Por enquanto, só sei que o/a baby está aqui, ponto.
7. Lista de providências - Como eu preciso de um norte, estou lendo bastante coisas nesse site aqui, que inclusive sugere uma lista de primeiras providências a serem tomadas. Ajuda.
8. At least, but not last, God. - Estou procurando orar mais, estar mais em sintonia com Deus, tudo porque o que estou passando não é brinquedo não. Muita novidade e pouca experiência, aliada a uma baita crise financeira. Então, nessas, horas, só Ele pode me ajudar, me acalmar, porque não quero ficar nervosa, triste ou estressada, por causa do/a baby. Pode parecer bobagem pra alguns, mas excluí todas as músicas do meu computador e do celular, a principio a pedido do namor, mas agora está me fazendo bem, só ouço mesmo as músicas gospel e uma ou outra que levo para os alunos. 

Enfim, tem muitos mais coisas do que SÓ essa lista. Trabalho, casa, universidade, relacionamento. Mas vamos com calma, por partes. God blesses us, amem.