Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Qualquer semelhança...

Nesse último sábado senti uma vontade imensa de assistir filme na TV, supercine. Esperei acabar o Zorra e fiquei na expectativa de um drama, ou filme de ação. Quando começou, vi logo que era um besteirol americano, não do tipo "todo mundo em pânico", mas uma daquelas comédias românticas bem idiotizadas. Mas como estava com vontade de ver filme e sem sono, já que tinha dormido bastante à tarde, fui assistindo. É, parece até que era uma mensagem do além pra mim: o protagonista se vê numa situação em que é um tipo de amuleto da sorte para suas ex, que sempre se casam após deixá-lo... My God. Tá, vão dizer que eu to exagerando, mas um monte de ex atualmente está namorando, nenhum se casou - ainda - graças a Deus. Mas sou eu lá... Good Luck Chuck.
Fiquei até com medo de assistir o filme do domingo, mas nem tava passando nenhum, ou ia passar muito tarde, porque tinha UFC antes... Tudo parece me mandar mensagens subliminares, não sobre o que devo fazer, mas tudo sobre o que eu ja vi…

A fase dos por quês

c'es la vie, la vie en rose, mon amour.
Como entender os caminhos que tomam a vida de uma pessoa? Por que isso, por que aquilo? Por que ele não gosta de mim, por que só eu me apaixonei, por que o céu é azul? Perguntamos por que desde a mais tenra idade, inclusive há uma fase infantil denominada "fase dos por quês". Tudo a criança pergunta por que, talvez por ter descoberto a palavra, nem bem sabendo o que pergunta ou mesmo por que pergunta, ironicamente. Eu vivo essa fase às vezes. Não saio perguntando nada, mas me questiono e a Deus, e não acho resposta. Parece que esse vazio de resposta, esse sopro de vento silencioso ao invés de explicações é Ele dizendo que é assim mesmo, e ponto. "No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo", disse Jesus. É... por que que a gente não se importa com o sentimento alheio quando não estamos na mesma sintonia? Acho que já me respondi... e por que é tão difícil aceitar que o outro não nos quer, simplesmente? D…

Meus 28 anos

Hoje acordei com meus 28 anos, de fato e verdade, pesando nas minhas costas. Me vesti feito uma mulher, nada de camiseta e jeans, na verdade, jeans sim, mas uma blusa mais sóbria, séria, acessórios "adultos", tudo porque hoje é hoje. Tenho uma reunião de pais mais tarde e nem sei bem o que dizer, como começar. A reunião foi convocada pela falta de disciplina dos meus teenagers students. Mas como tratar disso com os pais? God bless me...
Ouvia a rádio universitária hoje de manhãzinha e descobri uma música perfeita pra começar essa segunda: Vacina na veia, Ana Cañas
Meus olhos ardem agora, não sei se por causa do friozinho depois de uma chuva de noite inteira, ou se por causa das minhas abundantes lágrimas matinais. Acordei muito cedo por causa da calabresa - minha gatinha - e não dormi mais. Aí minha mente ficou vagando e foi buscar lembranças pra me torturar, é claro. Minha mente é extremamente masoquista. Chorei e chorei. Levantei, fiz bolinhos de arroz e vim embora cumprir…

Pior é Nada

The Sandbox

teatro

mestrado

segunda graduação

Viçosa....?

Rio??

São Paulo??

Palaras que estão zanzando pela minha cabeça. Eu vou embora, sim, for sure. Queria EUA, queria Londres, não posso. Quero o que está ao alcance, São Paulo, Rio. Vou, porque os incomodados que se mudem, não é?

Pois bem.

Bye.

...

À procura da Funcionalidade

Estava querendo deixar este blog mais funcional, mais sério. Coloquei aí ao lado minhas qualificações, pois estou precisando de um upgrade financeiro mesmo, já que o amoroso não vem rs. Então, talvez, eu deixe um pouco o lado pessoal de lado, vamos partir e investir no profissional. 


Tenho visto muitos blogs de moda e maquiagem. São coisas que me interessam, mas não seria o assunto principal de um blog meu. Este aqui sempre foi diário... nem sei quando comecei a escrever "a sério" nele e perceber que sou lida, ainda que por acaso/curiosidade. Gosto de ler os outros também, os que sigo, os links que postam por aí... 


Poesia também é tema, mas apesar de escrever, eu postei poucas por aqui, temendo ser plagiada, sei lá. Por isso posto poesia mesmo no recantodasletras, link ao lado também. Gostaria era de receber muitos comentários, tipo o blog que anda fazendo grande sucesso no face, mulher de trinta. Ano que vem eu serei uma e já ando lendo as tirinhas lá. Mas tem muita coisa qu…

Pra toda ação...

Não sei como as coisas devem ser e isso me preocupa. Cancelei uma compra inútil pela internet, uma que me traria problemas sérios, quiçá gravíssimos; mas acaba que fiz algo movida pelo sentimento conturbado que tenho tido ultimamente... e não, não direi o que. 
Não fui à igreja no último domingo. No domingo antes deste que não fui, me redimi de certa forma: era pra estar lá, participei da Santa Ceia de Páscoa, assisti partes do filme "A Paixão de Cristo", enfim, precisava estar lá. Agora estou cá e caindo, longe, tão longe do que quero, ou do que meu lado espiritual quer.
Sou má e não posso perder o controle. A compra e o que eu fiz seria e foi erro, respectivamente. Faço (in)justiça com minhas próprias mãos. O que faço? e conformar e tirar o melhor proveito disso, me aconselharam. Proveito? Onde está o proveito quando se é jogado na sarjeta, zero à esquerda, escanteio? 
Para toda ação, há uma reação. Temo e anseio pela reação. Prefiro levar mais uma a ficar inerte, conformada…

Vendaval

Cartas de tarô, guia dos sonhos, horóscopo, misturas. Não gosto desse mix espiritual, mas tem sido por ai ultimamente. Vivo uma fase estranha, mas normal, de intensa atividade no trabalho e no "amor" por assim dizer. Quanto mais quero me afastar de certas coisas e situações, mais enfio o pé na jaca.
Saí no sábado e, se não fosse por meu cabelo, a noite teria sido perfeita. Uma vez que arrumo meu cabelo, não posso mais mecher nele. Quando é alguém que meche então... quase virei bicho de tanta raiva. Mas deixa. A noite foi boa, me distraí mas bebi, coisa que não estava fazendo. No caminho de volta, resolvemos ir a um outro lugar, encontramos desconhecidos que viraram conhecidos, papeamos, fomos embora, mas não fui pra casa, aí é que está...
No meio dos meus conflitos internos e preconceitos e sei lá mais o que, eu me perco e a sensação de injustiça me pesa cada vez mais. Fome, frio, tudo é sintomático. 
Falando de coisas mais práticas, estou em vias de conseguir uma cama. vai fal…

White Cat

Renovação, revida. É isso que Abril me apresenta. Mas obviamente aconteceu o fato do mês já: em Janeiro teve, em Fevereiro também, em Março idem, e agora Abril. Fiz até uma retrospectiva trimensal e vivia no medo de Abril, que logo se concretizou: não, não vou dar detalhes e gastar energia com quem não devo e com quem nem lembra que existo. Não. 
Arrumei um gatinho lindo. O bicho mesmo, of course. Ia chamá-lo de Jorginho, depois de Monange, depois desisti porque gato não se nomeia. Ele saiu pra rua (não sei como) de madrugada e ficou miando alto lá fora. Tive que sair na rua pra buscá-lo. E como me cutsou sair da cama hoje de manhã, de tanta preguiça e sono, meu normal. 
Fui ontem às compras com a F e percebi o quanto é difícil e caro manter uma casa, uma vida! è absurdo que o salário mínimo esteja abaixo de 1000, a vida é muito cara! E comentei com ela que estava pensando em desistir de casar... até parece :)
É hora de algo inominável, eu dizia em posts anteriores. Mas agora sei: é hora…

Estradas...

Continuo na espera das horas: meus pés cansados dóem muito, acho que por causa das novas estradas pras quais rumei, a do morro aqui de casa e a do esquecimento... Por que tem que ser assim?
Não vivo direito, todos os dias acordo, saio cedo e me sinto uma cumpridora de deveres, nada mais. Tenho que trabalhar, tenho que ir ao médico, tenho que almoçar, tenho que ir à aula, tenho que, tenho que...Tenho que esquecer só por causa do outro, das circunstâncias, não porque eu queira realmente. Tenho que emagrecer, branquear, ficar rica, mais baixa, usar salto, ir ao salão, me embelezar...
Hoje já é amanhã, e eu ainda estou aqui, com fé mas sem obras, esperança sem atitude, crença sem ação, noite sem sono, sono vazio e pesadelístico... Assim eu vou. Boa noite.
...