quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Ai, ai, ai, ai - Ivan Lins

Nosso amor é uma verêda
Onde a lua se derrama
Somos lenha e labarêda
Uma paixão em plena chama...
Sei que a vida tá brabeira
Tanto amor na corda bamba
Que alegria é passageira
Frágil como porcelana...
 É às vezes tudo é lindo
Às vezes tudo engana
Maaaaaaaaaass!
Basta um beijo teu e eu
Ai, ai, ai, ai, ai, ai...(2x)
Pudera!
Você é o grande amor
Da minha vida...(2x)
Baile, festa ou domingueira
Saca a banda, vem me chama
Pr'essa salsa brasileira
Meio Rio, meio Havana...
Dança roda e serpenteia
Ou me leva então prá cama
Ao som de Guantanamera
Noches de Copacabana...
 É às vezes tudo é lindo
Às vezes tudo engana
Maaaaaaaaaass!
Basta um beijo teu e eu
Ai, ai, ai, ai, ai, ai...(2x)
 Pudera!
Você é o grande amor
Da minha vida
Ai era! Você é o grande
Amor da minha vida...(2x)

É às vezes tudo é lindo
Às vezes tudo engana
Maaaaaaaaaass!
Basta um beijo teu e eu
Ai, ai, ai, ai, ai, ai...(2x)
Pudera!
Você é o grande amor
Da minha vida
Ai era! Você é o grande
Amor da minha vida...

Fiquei romantica hoje assim, de repente - não de repente, mas de repentemente, porque o romantismo me é inato. Só resolvi ver as coisas com leveza, não gastar energia com o que um dia valeu a pena, agora não mais. É assim que é. Olhar pra frente, estreando novo gadget no blog: coisas a se considerar. Confira aí ao lado (to falando como se tivesse um grande público, mas...) bju bye.

...