Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 19, 2012

Aceito tudo - ou sobre a adrenalina e o tempo

"Ah eu pensei que é indo, caminhando, mas não fui  para um sonho diferente que se realiza e reproduz e pensando fui seguindo num caminho estreito cheio de tombo..."
(Di Melo - "Aceito tudo")
Quando eu tinha 15 anos, por aí, parecia que o tempo não passava, que ficaria eternamente na escola, estudando, estudando e não indo a lugar algum, Mas descobri que isso de estudar a vida inteira existe e leva a muitos lugares, depende-se dos rumos e decisões  serem tomados. Eu nunca fui de tomar decisões. Ia pra escola meio sem saber por que; tinha que ir. Tinha que assistir tv, brincar com o bichinho virtual e com os cães e gatos que tinha na época, tinha que brigar com meus irmãos, tinha que ficar olhando pro horizonte á noite, horizonte esse que eu não via. Tudo que via da minha janela - quarto meu e dos irmãos - eram os barracos de madeira construídos sobre o lixão. Eventualmente via ratos passeando pelos telhados, gatos também. Não via futuro. Não sabia o que viria pela fre…