Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

De Almas

Você nasceu no lar que precisava nascer, vestiu o corpo físico que merecia, mora onde melhor Deus te proporcionou, de acordo com o teu adiantamento.
Você possui os recursos financeiros coerentes com tuas necessidades... nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas terrenas.
Seu ambiente de trabalho é o que você elegeu espontaneamente para a sua realização.
Teus parentes e amigos são as almas que você mesmo atraiu, com tua própria afinidade.
Portanto, teu destino está constantemente sob teu controle.
Você escolhe, recolhe, elege, atrai, busca, expulsa, modifica tudo aquilo que te rodeia a existência.
Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes. São as fontes de atração e repulsão na jornada da tua vivência.
Não reclame, nem se faça de vítima.
Antes de tudo, analisa e observa.
A mudança está em tuas mãos.
Reprograma tua meta, busca o bem e você viverá melhor.
Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e faze…

Teologia, com Felipe Neto

Não sei há quanto tempo a ideia de Deus me acompanha. Diria desde que nasci, mas ultimamente tenho refletido muito e chegado à conclusão de que nascemos nada: nenhuma crença, orientação, profissão, inquietação, etc, mas acredito na pré-disposição a certas coisas, a certos comportamentos e doenças, por exemplo. Sendo assim, e sendo de família evangélica-cristã, nasci predisposta a crer nEle, e assim o fiz desde ... não sei precisar, mas desde bem cedo, talvez não tão consciente como agora, mas com a mesma convicção. 
Tenho a ideia judaico-cristã de Deus. Yaveh, Jeová. God, Dío, Dios. Não, nenhuma energia cósmica informe, mas uma pessoa, aliás, três pessoas em um Deus, como um candelabro de três pontas, ou mesmo o tridente que é tradicionalmente usado pelo poder oposto, o diabo. Dizem que cremos em Deus pela forte necessidade de explicar a criação do universo, sanar nossa solidão galáctica, enfim. Mas essa necessidade imensa, que sinto, é exatamente o que me prova que Ele está lá, olha…

Macarrone Improvisado

Fiz um macarrone agora à noite que amo, apesar de parecer comida de estudante, e na verdade é mesmo. Pode ser feito com miojo, mas prefiro um macarrão comum, fiz com aquele de sopinha, "ave maria", funciona bem com parafuso também, mas acho que espaguete não. Enfim, cada um escolhe o seu. Cozinhe o macarrão com sal e óleo na água. Escorra e lave. Pegue um ovo e frite em pouquíssimo óleo, fazendo um mexido, com pouco sal. Numa panela, coloque uma colher de chá de margarina de sua preferência e jogue o macarrão logo que derreter a margarina. Misture. Jogue o ovo mexido e misture. Pique fatias de mussarela e presunto e misture bem, deixando o queijo derreter levemente. Desligue o fogo e coma!! Bom d+... nesse frio a gente sente mais fome, ou, ao menos, mais vontade de comer. É bom comer quentinho.  Não sou de fazer nada na cozinha, mas me viro. De carne, não entendo nada, no máximo um peixe frito ou peito de frango à milanesa, ou ao molho, cozido. Quase errei um brigadeiro hoj…

Lamentações do tempo

Pra que queremos tempo? Não sei aproveitar, não sabemos, bom, eu não sei. estou com certo "tempo" esses dias: recesso UFV, recesso monitoria, recesso de vida. Mas aí me irrito: não sei o que fazer...a internet me irrita porque não tenho coragem de puxar papo com ninguém, apesar de ser tão urgente a necessidade de falar... e medo de incomodar, do que vão pensar, dos amigos.. cadê? Espero a tomada de atitude alheia. Nada. Espero minha própria tomada de atitude. Nada. Impotência.
Eu queria viajar pra Passagem de Mariana e ver o Caboclo D'água. Comer e gastar sem me preocupar com preços. Parar de me cansar tanto assim, do nada, e me irritar tanto assim, com tudo e com todos. Como disse o amore, tenho raiva do mundo. Sim. E isso não é gratuito e nem particular, mas tudo pelo modo como vejo o que me acontece. Aí me veem pelos cantos e me perguntam como estou. Come on, please. Just... don't. Não quero que perguntem. Sei lá, só... só não.
Só penso em comer e dormir. Penso n…

A+ ou algumas coisas

É bom voltar a comer, aos poucos, ainda que bobagens, o que se gosta; não sentir mais aquele enjôo na boca do estômago, ainda que seja só náusea. Bom é comer mesmo nesse frio, adoro todas essas comidas típicas: caldos, sopas, doces, chocolate quente, canjica doce, muito bom. Depois de quase um mês  de náusea e cuidados com o estômago, lá vamos nós no tratamento com omeprazol e voltando à vida... Mudando a vida.
Be positive. Essa frase me veio hoje. Sempre briguei e brigo com ela. Num mundo de caos que vivemos, em que vivo, ser positivo, pensar positivo, ser otimista é utopia. E tem tanta gente assim, sendo assim e sorrindo! Consigo entender essas pessoas, mas elas parecem não ter a menor sensibilidade - ou paciência - para pessoas de lado, digamos, oposto. Eu. Mas estou pensando em ser positive pelo menos no que eu gosto de fazer, no meu trabalho, por que se não for, largo tudo, ou permaneço estritamente pelo dinheiro e transformo o ensino em produto mercadológico, o que em absoluto q…

Notícias para mim em 2043

Oi eu daqui a mais de trinta anos... será que você ainda está nesse desgaste emocional todo? Viva ou sobrevivendo? Espero que viva e bem. Mas aqui em 2013 o bicho tá pegando. Talvez aos olhos alheios, eu esteja exagerando e devia tomar medidas simples, como simplesmente - como se fosse simples - mudar. De casa, de amor, de cidade, de mundo, de profissão, ainda que na mesma área. Mas olhos alheios não sentem ou muito menos vêem o que vejo. E exatamente por isso não há certo ou errado: há o que vejo e o que não vejo, o que sinto e o que não sinto. E você, eu em 2043? Ah, você agora tem olhos alheios...
E aí, ainda com amigos ou só com lembranças deles, trocas de emails, telefonemas escassos? Vivendo o amor ou lembrando dele? Feliz? Sim, tudo é efêmero. Ainda com esse blog obscuro ou só lembrando dele? Ou mudou-o? Que adianta você me responder isso tudo, não é mesmo? Na verdade eu que tenho que te dar um norte. Procuramos no passado respostas para o presente, ou um norte, uma pista. No …

(re)começar

"You say you want to kill yourself It might make it just a little bit easier You think you're the only one who hurts Try looking just a little bit harder I don't know why you're holding on To the damage that's been done" Hanson - Your Illusion
Quero tudo de novo. Começar do zero.
20 de outubro de 2013 será. (Re)Começar.
Cantar. Dançar. Atuar. Ensinar. Cantar. Dançar. Atuar. Cantar. Dançar. Cantar. Cnt. Ar.
Atuar, aturar Rebeca, receba, acaber atuar na longa estrada da vida onde vou andando, posso parar mas não páro sou páreo duro duro de ninar não durmo fácil e meu sono é de matar. ah, atuar! a vida ao avesso.
Concurso, concurro, concorro não morro, no muro dou murro em ponta de faca também sangra bem samba bem dança bem que é pra vida te levar vida leva eu!
Desconheço tanta rigidez de espírito que não a minha e tanto sofrer que não o meu sempre há alguém pior... e sempre penso que estou pior pior, melhor, superlativos superlatidos, superruídos, supermiados Calab…

H. Pylori

A partir de hoje, se a grana deixar, minha dieta será essa aqui. Descobri, indo hoje ao médico, que tenho uma bactéria no estômago, na verdade uma bactéria comum que muita gente tem, mas que pode ou não se manifestar pro mal. É claro que no meu caso ela fez questão de ser do mal e se manifestar. Eu já tinha cortado bebidas alcoólicas, café e refrigerante, agora só falta remover o estômago mesmo. Sim, porque comer só frutas (não cítricas), legumes e vegetais sempre refogados, lembrar que isso ou aquilo tem gordura ou ataca o estômago, bom, é coisa de nutricionista, ou de gente antenada demais no que come. Cortar frituras também, que são superiormente mais saborosas que coisas cozidas, mas tudo bem. E pensar que tem gente se acabando no torresmo com cachaça sem nada lhes acontecer... Mais um capítulo da injustiça do universo contra mim. A vida sem sabor.
Duzentos mil atrasos hoje e o preço do remédio pra matar a bactéria me fizeram chorar de raiva e tristeza. Pergunto, como sempre, por…

Mix de textos escritos aleatoriamente

Estes textos escrevi para reflexões de teacher, ainda experimentando como criar páginas/postagens. Agora, acho que consegui, então reuni alguns deles em uma só postagem. pretendo fazer separadamente de agora em diante.

Feb 17th, 2013



Ontem ocorreu o I Encontro do Projeto de Educação Continuada para Professores de Língua Inglesa e foi muito bom, um espaço para reflexão so re a prática docente é sempre bem-vindo. O tema da palestra que ocorreu foi o tempo. Segundo a professora Rosely Perez Xavier, existem dois tipos de tempo, o Cronos, que diz respeito ao cumprimento de tarefas, carga horária, etc, compromisso do professor com sua tarefa burocrática como funcionário, e o tempo Aion, que é relacionado ao tempo na sala de aula, o decorrer da aula, o andamento da mesma, se há pausas e por que, enfim, o tempo reflexivo. Várias professoras do projeto se apresentaram e falaram sobre como o projeto as encoraja a prosseguir reflexivamente, ainda que haja a necessidade de se adequar ao Cronos. …

Abaporua!

Acredito na lei da compensação, relatividade, ou seja lá o que for. portanto, nesse exato momento, onde quer que a linha de Viçosa vá parar, até do outro lado do mundo, tem algum(a) asiático(a) escrevendo em seu blog sobre como é feliz e tudo em sua vida caminha bem; como tem um bom emprego e este lhe dá condições suficientes para se manter e inclusive adquirir produtos tecnológicos de ponta, além de roupas e tudo o mais que se queira; que sua família vai bem e sua saúde está ótima; que está em um relacionamento dos sonhos...
Parece loucura pensar, mas dá impressão que o que rege o mundo é uma balança: quando ela pende para um lado, o outro sobe. Pessoas felizes de um lado, o caos e a miséria do outro. Até mesmo a Bíblia diz que sempre haverão pobres sobre a terra (...). E parece-me mais, que sempre estarei nessa estatística dos pobres... estigma. 
Médicos do SUS de férias; falta de omeprazol na rede pública; salário, já pouco, sempre demorando a chegar; bolsa de monitoria totalmente…

Lindeza!

E ia desabafar, escrever que preciso disso, disso, daquilo outro, que não tenho isso ou aquilo outro. Mas hoje descubro, agora à noite, acabando o dia, que hoje é dia mundial do autismo. Meu sobrinho tem. Meus problemas ficam tão menores se eu pensar nele, mas, ao mesmo tempo, ele é feliz por não ter muita consciência do que acontece à sua volta. 
Felizes aqueles que não sabem que nada sabem que vão e vem e sorriem assim do nada e que a cada dia crescem aprendem sem saber que sabem amam sem saber o que é amor vivem sem saber de sua existência ah, como são felizes!
Eu queria não saber. Viver na ignorância, seja por falta de conhecimento ou por impedimento genético, talvez a existência passe mais suave, mais simples, sem grandes hipóteses que fazem somente o cérebro ferver, o corpo cansar, a vida passar sem mais nem menos. E como eu me enganei com o amor. Amor não é remédio pra nada. O amor hoje é ele, meu querido Estevan. Um grande bju, minha criança.

Comer, dormir, tomar banho

Para mim, sempre foram essas três coisas as mais prazerosas; ultimamente, não posso usufruir da primeira como deveria...
Recentemente fiz uma endoscopia, procedimento extremamente simples em vista do que me falaram, porém com sequelas, tipo um "pós-operatório", muito graves que não me contaram... enjoos  náusea, queimação. gravidez? Não, apenas efeitos do bendito exame. Bom, o resultado já saiu e pelo que entendi, realmente tenho gastrite, leve. O embrulho no estômago está bem tenso, e os gatos... ah, minhas vidinhas estão se esvaindo e preciso me "livrar" delas. Preciso me livrar de coisas ruins dentro de mim. Preciso escutar e ser escutada. Preciso ir pra frente e não olhar pra trás. Preciso de todos os clichês que dizem por aí, coisas que cansamos de ouvir, mas que são aplicáveis e não as aplicamos. Não sei... preciso de frustrar menos com a opinião alheia, coisa que sempre me derruba. E meu corpo está reagindo à todas as porcarias que já comi e que já guardei …