Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 14, 2011

Poesia de ultima hora

faltam só 40 minutos..
não, não, agora são 38..
escorre o tempo
e eu sempre soube que te amava
q te amo
que não me amo

falta pouco
37...
agora quase o dia acaba
ode á poesia!!
mas não tem razão nem rima
porque eu te ouço na minha cabeça
e o silêncio impera fora

eu sinto cada parte sua aqui
e sua respiração, seus pulmões, você
não vivo; é você que vive em mim
falta pouco pra celebrar o dia...
34... minutos
minutos, minutos, minutos...

não quero chorar por ontem
só viver hoje
eu tento e sigo
mas caio sempre e tantas vezes!
é hora...

só mais meia hora
o dia ode poesia acaba
eu me acabo em mim mesma
porque de mim não tenho como correr
e falta pouco, tão pouco
pra me acabar.

28.

Congratulations!!

Hoje é dia da poesia. para comemorar, deixo aqui versos de Alvares de Azevedo, na descrição da vida de um poeta:

VAGABUNDO


Eu durmo e vivo ao sol como um cigano,
Fumando meu cigarro vaporoso;
Nas noites de verão adoro estrelas;
Sou pobre, sou mendigo e sou ditoso!

Ando roto, sem bolsos nem dinheiro;
Mas tenho na viola uma riqueza:
Canto à lua de noite serenatas,
E quem vive de amor não tem pobreza.

Não invejo ninguém, nem ouço a raiva
Nas carvernas do peito, sufocante,
Quando à noite na treva em mim se entornam
Os reflexos do baile fascinante.

Namoro e sou feliz nos meus amores;
Sou garboso e rapaz...Uma criada
Abrasada de amor por um soneto
Já um beijo me deu subindo a escada...

Oito dias lá vão que ando cismando
Na donzela que ali defronte mora.�������������…