Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Livros, moda, eu, Ele, ele

"... porque depois do erro daqueles que negam a Deus, (...) não há nenhum outro que afaste tanto os espíritos fracos do reto caminho da virtude como aquele que reside em supor a alma dos animais como sendo da mesma natureza que a nossa e tirar disso a conclusão de que nada temos a temer nem a esperar após esta vida (...) a nossa é de natureza completamente independente do corpo e não está, por iss
o, sujeita a morrer com ele; pois que, não vendo outras causas que a destruam, somos induzidos, evidentemente, a crer que ela é imortal". (DESCARTES, Discurso sobre o método).
Sou leiga no assunto mas, se um dos grandes filósofos da antiguidade provou pela razão, pelo pensamento lógico que Deus existe, porque grande parte dos atuais diz que não?? Bom dia! :)
Postei isso aí no face hoje. Comecei o dia lendo um livro do tipo "yes, you can!" e depois fui continuar lendo esse maravilhoso pensador que é o Descartes. Inúmeras vezes me indaguei como alguém consegue não…

Açucolismo?

Sou viciada em doces. Digo isso porque gosto muito, mas muuuuuuuuuuuuuuuuuuito de doces, desde criança. Não creio ser um vício, porque posso passar dias, semanas, quiçá meses sem comer doce, mas tendo outras fontes "doces" como yogurt, sucos, frutas. Consumo pouco do que é saudável, vou é no doce de leite e chocolate mesmo, de preferência o branco, que é o mais doce, feito quase sem cacau. tenho um certo controle, mas tem tudo pra ser vício: se vejo fotos de doce, começo a salivar bastante, tenho que imediatamente comprar aquele doce ou similar. na segunda-feira dessa semana comprei um pacote com 20 balas, comi tudo em menos de uma hora. Ontem duas barrinhas de chocolate e uma trufa. Hoje, doce de elite em pedacinhos, já tá quase acabando. Mas geralmente disparo a comer doces porque estou começando a ficar estressada ou ansiosa com alguma coisa. Deve ser o mestrado e a remodelagem que estou fazendo no meu projeto, e a preocupação de passar ou não passar depois de gastar com…

Hey Mr Tambourine man!

(este "vídeo" não tem imagens, somente a música)
Acabei de achar uma resenha crítica do filme "Mentes Perigosas", meu filme favorito de professor e alunos. Vale a pena ler aqui. Passei esse filme recentemente para uma turma minha, de dez alunos meio nem aí, como os do filme, mas acho que sem problemas tão graves quanto o de drogas, briga de gangues, gravidez, etc. Meus alunos também são de escola pública, mas eu leciono para eles em um curso de inglês. No início do filme, os alunos da professora Louanne, ex-marine, estão catnado rap, ouvindo música, o que não difere muito dos meus que, além de ouvirem música, cantar e falar sem parar, tem a tecnologia avançada ao alcance, celulares com acesso à internet, recurso do qual lançam mão durante as aulas. Às vezes tenho vontade de torcer os pescoços deles... mesmo.  Um celular pra mim tem que ser bomitinho, moderno, claro, mas basta fazer e receber ligações.
Adoro esse filmes sobre a relação professor-aluno, ensino-apre…

Diamantes

Nasci evangélica, não cega. Aliás, acho que ninguém nasce nada... por algum motivo, temos pré-disposições para certos tipos de doença e comportamento, e vamos sendo moldados pelo meio, pelos pais, amiguinhos, colegas, professores, amores, desilusões. As piores e melhores lembranças sempre ficam, se revezando. Vão e vem. Ficam, são parte de nós. Rose, com seus quase cem anos de idade, chorou contando sua história de amor com Jack. Ah, se meu choro fosse porque meu amor morreu, mas não... às vezes o choro é bem pelo contrário...
Loucura. "Ilha do medo" filme de Dicaprio com Mark Ruffalo, dirigido por Scorcese, bom. Não sei de onde vem a homossexualidade, mas não cometerei a loucura de ser conivente com a matança de pessoas que escolheram esse caminho. Porque é escolha, consciente ou não. E não sei onde está a sanidade e a loucura em cada um de nós. Atuar é loucura. Eu atuo. Logo, sou louca. Na peça, eu vou fumar, enlouquecer, cantar descompassadamente e tomar um tapa. São dua…

Ser

Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei.
Hebreus 13:5
 "Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes..." Hebreus 13:5
Queria ser capoeira, defender o morro. Ser Joana D'arc, Tiradentes, o apóstolo Paulo, morrer por uma causa. Não sei, ser alguém importante. Hoje desviei de duas pessoas, tomando cuidado pra não ser atropelada por atravessar às pressas. Depois fiquei presa do lado de fora de casa e, forçando a chave errada, ela abriu o portão. Entrei, tomei banho. No meio tempo lá fora de casa, pensamentos maus tomaram conta de mim, dando-me um certo prazer macabro, ainda em meio às músicas que ouvia. É, me conhecendo como me conheço, sei que o que me segura é a fé nEle, plena e firme. Otherwise, eu cometeria crimes e vinganças sem o menos pudor ou arrependimento. Acontece que já é crime só premeditar o negócio... Perdão, Senhor. 
A vida vai indo, à revelia. Tem um l…

Fatos primaveris

Chuva, friozinho... a primavera ganha outros ares. E um novo box anos 80 me faz sorrir: anos dourados, da boa música, nacional e inter. O box da som livre é de música inter, que sempre foi o que ouvi. 
Fui mesmo classificada no concurso do estado. Mas tem 13 vagas pra região que escolhi em BH, sendo que são 3 reservadas para candidatos com deficiência. Ou seja, concorro a dez vagas, mas estou em 16º. Terei chance? Sei lá... Enquanto isso, as vagas a mestrado em letras na ufv vão até dia 5 de dezembro... Como sempre, ainda estou na grande dúvida. tudo o que queria era passar nesse concurso e ir embora, mas talvez não seja chamada e tem o amor recém-chegado... 
Quarta-feira fazemos dois meses. Já sabemos o suficiente um sobre o outro: o temperamento, o mau-humor (meu e às vezes dele), os sonhos, desejos, a preguiça, a vonatde de ficar junto e dar certo. Nesse processo, acho que acabamos deixando um pouco as amizades e o mundo de lado... não sei, as pessoas e nós próprios nos afastamos.…

Bem-aventurados os passivos...

"Remember, remember, the 5th of November
The gunpowder, treason and plot;
I know of no reason, why the gunpowder treason
Should ever be forgot."
Ideias me assolam. Foi só assistir novamente "V de Vendetta" que coisas começaram a borbulhar em mim. Aqui e ali, todos os dias tenho essas ideias fawkesianas. Incendia, destruir o Palácio do Planalto, assim como o Parlamento o foi no filme. Fazer alguma coisa contra toda essa sujeita, porque realmente há algo de errado com esse governo, como foi dito também no filme. Agir ao invès de ficar nessa verborragia toda que sempre fico aqui. Mas essa seja talvez a minha função, ainda que tão passiva, a de divulgar ideias, espalhá-las e deixar que os verdadeiros revolucionários e corajosos ajam. Sim, porque minhas ideias borbulhantes vão contra minha personalidade passiva e pacífica. Também não acredito que "a violência pode ser usada para o bem", mas às vezes dá uma vontade de ir lá em Brasília e...
Mas aí o meu amor é rom…

A professora que chorou

Era uma pessoa comum, com uns sonhos aqui e ali, irrealizáveis se dependessem de seu próprio bolso, destino ou sorte. Amava a escola, mas dizia decididamente que professora não seria. Aturar todos aqueles alunos torrando a paciência? crianças, adolescentes e adultos melindrosos? Não!! ela dizia... Mas quis o destino - azar, sorte, fortuna? - que gostasse muito de inglês, que escrevesse desde os doze poesias, que sonhasse em publicar livros; que, enfim, escolhesse Letras e consequentemente a profissão que não: professora. Fez-se uma, por certo. Foi se amoldando, colhendo conhecimentos daqui e ali, gostando e aperfeiçoando o inglês. O intercâmbio não lhe foi possível, mas foi vivendo. Tinha a estranha e ingênua mania de acreditar nas pessoas: acreditava que podiam aprender inglês em qualquer idade; que era possível ensinar bem em um a escola pública; e acreditava na verdade primeira das pessoas, naquela primeira versão que diziam das coisas, ainda que mentiras... Acreditava, sobretudo,…

Coisas que (não) sei

Coisas que eu sei as noites ficam claras no raiar do dia coisas que eu sei são coisas que antes eu somente não sabia
(Coisas que eu sei - Danni Carlos)

Alimentar prazeres e futilidades... Às vezes queria ter roupas que não teria onde usar, acessórios e marcas que dizem ser bons, Dolce e Gabanna, Dior, Versace, etc  etc... comer nos melhores lugares. Mas aí às vezes me contento em poder comprar um x-egg-bacon-burguer, que me enche o estômago e incha a barriga. Minha forma física nunca foi motivo de preocupação pra mim, mas agora eu sei que se tentar emagrecer ou começar a fazer exercícios, vai demorar muito mais pra conseguir...
Eu sei que amo meu namorado de uma forma mais amena do que as outras paixões arrebatadoras. Sei que gosto de mim assim como sou, sempre querendo tanto e dormindo mais que trabalhando, sabendo não ter direito a tnatas reclamações. Sei que vou me casar daqui a dois anos, se tudo caminhar conforme planejamos. Sei que sou que nem ele, preguiçosa e procrastinadora. Sei …

Leituras

Esse negócio de Concurso público é mesmo complicado, sobretudo os editais. Achei que tinha sido roubada no último que abriram pro estado de Minas, mas não. Leitura faz toda a diferença! Abrindo esse meu blog, vi as atualizações de outros blogs, inclusive um de geografia, e exatamente este informava sobre um resultado preliminar do concurso da SEE. Fui lá olhar e bingo! Meu resultado estava lá. Aí tinha novas datas para entrar com recurso e nisso senti a mão divina me dando uma nova chance! Fui caçar o papelinho que se recebe de volta quando se manda uma carta registrada pra entrar com meu recurso. Fui ver esse negócio de recurso no edital de novo e bingo! Numa leitura mais atenta, percebi que eu realmente não havia apresentado uma das coisas que se pedia na avaliação de títulos: um diploma de especialização, de mestrado ou doutorado. O que eu havia mandado não valia, pois já era requerido como escolaridade básica para o cargo que me candidatei. Eureka! O N/A (não apresentado) que con…