Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Escolhas e festas julinas...

Vai chegando o mês de julho e muitas lembranças me vêm, coisas boas e más. Ano passado conheci um rapaz extremamente charmoso que trabalhava na semana do fazendeiro. Em outro anos, havia outro rapaz, mas comprometido, e não há boas lembranças. Sim, as minhas lembranças sempre giram em torno deles, dos pseudo-relacionamentos que outrora tiive. Atualmente, espero o mês de julho como quem vai se formar novamente: ao folhear as páginas do convite de formatura de uma amiga, comecei a sentir as mesmas emoções da época da minha formatura, que está ainda recente, em janeiro deste ano. Sinto-me novamente numa formatura e é bom; o mal é ter a sensação de não sair do lugar - e realmente não saí - de nao evoluir, sei lá. Mas evoluí, e percebo pelos meus textos, meu inglês, minhas opiniões, meu pensamento, minha forma de agir. Ainda que não totalmente maduras e responsáveis, minhas ações refletem o que aprendi academicamente falando. Não errei ao escolher meu caminho, as Letras. Não mesmo! Bom é i…

Just friends...

ele chegou assim, de repente

nosso dia: segunda-feira
nossas conversas: estranhas
nossa relação: controversa
nosso principal assunto: aquilo

veio como quem não quer nada

nosso contato: amizade
nossos interesses: diversos
nossas intenções: as melhores
nosso início: sem noção

interrompeu minha aula e minha vida

nossos papos: sinceridade total
nossas saídas: noturnas
nossos encontros: casuais
nossas horas: marcadas

e foi bem sincero: nossa vc parece...

nossas vidas: conturbadas
nossos interesses: comuns e diversos
nós: não tem nós
amizade...

...desesperada por amor!

e eu estou
e estamos discutindo relação
e tudo vai num estranho curso natural
para o qual sou completamente impaciente

eu não tenho mais a paciência calma-mar de você
de esperar acontecer naturalmente
eu ataco e vou pra cima, não sei esperar
desculpe...
mas eu não sou calma-mar
e você também é furacão
mas que sabe disfarçar

e foi assim, só de repente
que a gente se conheceu,
T...


...

Estou

Estou desânimo total e sou o sono também.
sou desengano
teu desengano, meu engano
desculpe, enganei-me
teu engano,
meu desencanto
e pensar que me interessei,
velei por um ser
que nada vê à sua volta
além do próprio umbigo
centro do seu universo

Estou desânimo, desapego, desespero
pego geral
e não me apego
nenhum vale, ninguém vale
e pensar q eu amei um ser
totalmente fora do real
que só pensa em ?...

Estou desânimo e questões:
quando tudo isso vai acabar?
nada passa...só uva
putz estou piadas sem graça
e ouço uma voz dentro que diz
não passa mesmo
só depois
é, no depois,
o além.

Estou esperança. Além-vida me encontro
é lá que tudo está, tudo é, nada parece
tudo é perfeição, amor
felicidade plena.
Estou verde: esperança.
Morre e nasce depois conosco.
Lá.

Estou verde, ainda desânimo, ainda frio.
Mas tudo passa
porque lá
já não há
você.

Acordando no inferno em um 12 de junho

O que quer que aquele dois de copas tenha me predito de bom, o oposto ocorreu: tudo foi mal nesse sábado. Claro, não foi bem assim, já que me coroaram a rainha do exagero: algumas escolhas e decisões erradas me levaram a acordar no inferno neste domingo. O diabo passou a noite a meu aldo, aproveitando-se ao máximo de minhas volúpias. Ao amanhecer do dia, ele não pode esconder sua face, reconheci-o. Fechei a cara, nada de palavra, não conseguia falar. Ele mora ao lado, ao lado do bailão ocê ki sabe, sô!. A rua que dá em sua casa engana que é céu: sobe em morro, para no meio. O esconderijo, parecendo abrigo, também não pode esconder sua face ao raiar do dia: eu estava em meio ao caos de um quarto-cozinha-banheiro. A cama, quase caindo; o colchão, ou o que restou dele, espumava-se pelo chão e tinha intima relação com o estrado da cama, tanto que deixava que as costas desavisadas de alguém o sentisse inteiro. As minhas costas. Sinto dores terriveis agora. Dores do estrado da cama e dores …

2 de copas

Há uns dois dias, axu, eu saía do trabalho e axei um 2 de copas. A carta estava no chão, na frente do prédio, a face virada pra baixo. Sinal? de que? Achei algumas definições no tarô sobre o dois de copas: carta primordialmente da afetividade, romantismo, mas nem sempre. Pode ser  o que ta nesse endereço tbm: http://www.web-tarot.com/pt/os-arcanos-menores/naipe-copas/dois-copas.html

nao sei o que pensar. Amanhã. arraiá. Depois um programinha nada básico... gudi afternun!!

Priest

Acabei de sair do cinema, fui ver Priest, padre. Muito bom filme: padres treinados pela Igreja contra vampiros. Mas uma nova raça de vampiros está por vir: a mistura deles com humanos. Sim, pois no filme eles são só monstros, mas a rainha dos vampiros pega um exemplar humano, um dos padres mesmo, e o transforma na nova geração. O filme tem um gosto de continuação no final - espero que tenha uma. Muito bom.

Quase não ia ao cinema hoje, mas estava precisando. Assim como preciso da festa de sábado agora. Preciso. Não sei do que preciso porque eu me sinto longe dEle, mas não consigo me aproximar; ao mesmo tempo, não caio de vez pra lá...na gandaia (axu q já falei isso, não?). Eu não sei, me sinto perdida. Preciso voltar para Ele; preciso de sacrificio, foi o que o filme me disse, e também o meu pastor, no culto de domingo. Sacrificio é a palavra-chave na servidão à Deus; sim, servidão e sacrifício, e é assim que é. parece loucura, mas a loucura é um meio do qual Ele lança mão; não é louc…

Sobre o intercâmbio...

the dream is over...

Dear Rebecca,
I'm sorry to hear that in Brazil you are so miserable! I'm sorry, I cannot do nothing for you, darling! Maybe you can get a ride on the next ship to Mexico and take a risk on Mexico-USA border! 
best wishes,
R*****

porque ser pobre é só pra quem pode... e quando tudo isso vai parar, meu bom Deus, eu não sei. Amém. Gud naiti.

is this love??

Tristeza. Raiva. melancolia. São esses sentimentos que trago ultimamente.  Um mix de tudo e eu sinto uma preguiça enorme de ser teacher, mas depois das aulas, tudo vai bem. É como uma terapia, assim como lavar roupas: uma terapia, ocupo minha mente com algo mais que meus problemas e minha vida, e tudo funciona, tudo vai.

Encontrei-o novamente hoje, ele só vem a Viçosa na segunda, m,e liga se amanhã aparecer de novo. O menino que apareceu do nada pra ter aulas de inglês, mas desistiu, mas ai conversamos sempre e ele acaba tendo aulas de graça, conversamos , é uma troca.

Mandei mensagem para IR de novo. Realmente sinto falta... de que? será que é dele? ou será que é do que ele me proporciona? (carinho, sex, calor). I really don't know. Sinto falta dele, de alguma forma.

Sinto falta dele também, o meu ET. Falta d+. Esse eu amo, realmente amo, amo de um jeito meio absurdo, meio sem nexo, meio retrocesso, meio bossa nova e rock'n'roll, parte do meu show...

Amo ao outro que tamb…

Out of order...

não, ainda não
ainda não
ainda nada
só na espera
no silêncio
é no silêncio
que eu me escondo
ou me revelo
que nem marimbondo
nao gosto de escrever assim
nem se rimas forçadas
só inspiradas
e detonadas como essas
a essas horas
a essas vidas
insonias e insanas

minhas vidas. E ainda não é
o ponto final

O golpe de misericórdia

Eu liguei pra ela. Só liguei, sem planejar o que dizer, sem saber o que dizer. Ele atendeu, passou pra ela. Eu falei tudo, com cuidado, com educação, com palavras que não denunciassem a minha origem sócio-econômica - palavras que demonstrassem que valeu pra alguma coisa a graduação em Letras - meu, meu curso.

 - what a shame! I'm sorry...

Foi tudo o que ela disse. Aliás, não foi tudo, mas foi tudo o que ficou na minha memória. E agora? Imagino as pessoas me encontrando na rua:

- e ai, Rebeca, quando vc vai viajar?
- ahn...viajar?
- é, ué, vc não vai pra Flórida?
- ah, sim, decidi não ir mais...
- uai, como assim? pq?
- I don't have financial support, you know...
- oh....

Pra completar o atestado da minha condição sócio-econômica, apelei para a própria universidade da Flórida. Me sabotei mais uma vez ou será minha salvação?? God knows...

meu email para a UWF:

dear A***,
You know that here in Brazil we are too poor and I have to tell you I don't have money to get there. So, I…

Rebeca no país das maravilhas

Rebeca,
axei que vc já tinha pisado na realidade.


(alguém, sobre eu ir até São paulo para verificar possibilidade de empréstimo para intercâmbio... eu podia ter dormido sem essa...depois dessa, parei - Florida, only a dream).

Gúdi náiti!!