quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Preguiça, ainda


Me mandaram esse vídeo, perguntei por que, à toa foi a resposta. 
...

Minha preguiça continua a passos largos. Ou melhor, a passos lentos, como é típico dela.  Acho que cada passo que dou tenho uma decepção diferente, e é tudo pra me fazer parar. Tem certas épocas na vida que parece que tudo está contra, e essa é uma delas pra mim. Meu corpo reage ao estresse: coceiras, dores, espirros, cansaço, sono, tristeza, mau humor repelente de gente.

Tem gente que desistiu de mim. Tem gente que nunca me quis. Tem gente que acha que sou mal-amada e ridícula. Tem gente que casa e não conta. Tem gente que prende os outros pelas pernas e com filhos. Tem gente que acha que eu tenho viagens loucas sobre o mundo. Tem gente que me manda videos pra que eu me levante; que diz que me ama, mas diz que o vídeo foi à toa. Que tem namorada, mas gosta de mim. Ou não. Que gosta de mim mas não gosta, não assume, não quer. Tem gente que vive feliz. Tem gente que acha que ama e é amada. Tem gente que marca a gente e some no mundo, deixando dor do nível mais brutal e puro. Tem gente que compra livro de filosofia para apurar o espírito ao invés de terapia. Que pensa que pensar faz existir. Dói, logo existo.

E eu vou continuar nessa de horror, me remetendo ao frio que vem lá do sul, ficando no zero a zero e fugindo de Viçosa no próximo fim de semana, pra encontrar o Pai Celeste, sim, encontrar Ele, amém.