quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Amor novinho



Amor novinho
Não me goste tanto
Não me comprometa
Ou remeta ao passado

Amor novinho
Vai com calma
Tá na minha alma
Esse ritmo devagar

Amor novinho
Me entenda
É difícil e dói
Largar o resto...

Amor novinho
Não desista
Insista
Preciso de carinho

Ah, amor novinho
Vem que vem
Brincar de novo caminho
Montar um novo ninho
No oco do meu coração

Quem sabe a hora é essa... quem sabe agora vai... quem sabe... são tantas dúvidas e tantos medos que me perco em pensamentos malucos, passado, presente e futuro, vamos viver. E quero vivê-lo em cada vão momento... e ei de riri meu riso e derramar meu pranto... ao seu pesar ou seu contentamento! :)