sábado, 18 de junho de 2016

Youtubers

Andei olhando a lista de blogs que sigo e a maioria não é atualizado há pelo menos um ano. O que sempre é atualizado são os canais no youtube. parece que há uma grande onda de youtubers surgindo, inclusive isso já é profissão (hein?). Bom, e blogs com assuntos específicos e modernos também estão sempre em alta: moda, culinária, maquiagem, etc. Sinto com se a mídia estivesse fazendo um recorte no que interessa, mas interessa a quem? estamos bombardeados com programas de culinária de alto padrão, confeitaria, master chefs, etc, como se a culinária dos grandes bistrôs fosse a única válida; como se a roupa que as modelos usam fosse sempre Bela e certa. Aí está o ponto. O que a grande mídia vende é a ideia de ser o certo, a certa, o único caminho a seguir. Mulheres brancas de cabelo escuro são chamadas de morenas. As pessoas bonitas são as magras e altas, de preferência brancas e louras (em que país estamos?). 

O padrão real e verdadeiro não existe, posto que somos I-N-D-Í-D-U-O-S!!! Cada um de nós é de um jeito e uma vez feito, a forma foi jogada fora, todos nós. Eu nunca acho uma maquiagem para olhos que fique boa em mim, meu olho é pequeno e fundo, ele é difícil. Gosto dos tutoriais de maquiagem mesmo assim. Tenho tantos interesses que acho que cada um de nós também tem, coisas que supostamente não têm nada a ver convivem dentro de nós, e ao mesmo tempo nossos interesses seguem um padrão desde o nosso nascimento (creio nisso meio misticamente).

Mas e aí, qual a questão da não atualização dos blogs? Bom, blogs hoje que são lidos funcionam da mesma forma que livros com imagens quando somos leitores iniciantes: somos levados a escolher livros pelas figuras, cores, crianças fazem isso, e, mais tarde, buscamos conteúdo - assim should be, pelo menos. Os blogs que interessam preferencialmente têm videos e nada escrito. Somos filhotinhos de aves com o bico aberto, esperando a comida já mastigada para engolir. Ninguém quer pensar. Eu continuo cá com a minha luta literária e sem comentários, sigo porque faz parte de mim isso de escrever, não tanto prosa, mais poesia, mas sigo. E sigo para o alvo, Cristo. Amém, bye.