Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

Vida

Várias coisas passavam por sua cabeça, várias coisas a emocionavam. Via a vida diferente, mais empatia e até mais "deixa pra lá" ... Era hora de ir em frente, tomar cada vez mais decisões, definir a vida, como se possível... como se esta não fosse um rio, um fluxo de coisas que se encadeiam.
- Mô, seu umbigo tá fechando ou é impressão minha? Tá voltando ao normal... Reparar em seu próprio corpo agora não era muito legal. Estava ganhando peso rápido demais e o umbigo agora estufava, a barriga esticando cada vez mais. reta final, a reta final estava chegando. Participara de uma pesquisa naquele dia de manhã sobre amamentação e só faltou a consulta ao cartão da gestante que, segundo as pesquisadoras, trazia a data prevista do parto. Ela nem tinha reparado... em casa, olhou atentamente o cartão, lá estava: 12 de novembro. A contagem de semanas era um loucura, as diferenças entre as ultras e as consultas também, e ela previa entre os dias 10 e 15, e assim era. 
A grana tava curta …

Semana do Fazendeiro

Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Salmo 139:14
Eis que chego em casa e tem uma galinha no muro. Sim, uma galinha. Ainda acho estranho encontrar galinhas e cigarras na cidade, apesar de que até em São Paulo já vi e ouvi galináceos. Bruno espantou ela pro outro lado. Minha gata deu uma miada esquisitíssima quando cheguei, acho que de fome, saudade, dor, sei lá. Ela está prenha e deve ter mais de 5 gatinhos dessa vez. Acho lindo demais, amo filhotes, amo animais. Eu tô "prenha" de uma só, mas estou como a Calabresa, só cansaço e sono e dores. Hoje fomos aproveitar a programação do último dia da semana do fazendeiro. Fomos assistir a um filme que eu tava querendo ver a vida toda, Tempos Modernos, com Chaplin, muito bom. Pena que as pessoas não valorizam essas coisas, essa arte antiga e tão moderna do cinema. Na sessão, havia 4 idosos além de mim e Bruno, que ainda não somos …

Acquisition

Language is an issue of subjectivity, at least for me. Today I was teaching a girl who is going to do a test by tomorrow. I had to explain some grammar rules for her, but it does not work alone. It depends on the context, I said. But people needs to have rules, to know the rules. Of course, as an English teacher, I must know the rules, but they are not enough for talking; they are not enough to understando how to use, really use the language. And thus sometimes I think my work is useless, mainly because here in Brazil we do not have a second language; English is something present in our lives but is far away at the same time. people have some difficult to understand the rule. I alwayas compare with Portuguese, showing them we have rules too, despite we don't follow them in a rigid way, because speaking is freer than writing. But most of my students are far away from understanding or really getting the language. Acquisition.  Being a teacher is stressful and I think I may give up,…

She

Costumo guardar lixos, coisas inúteis que as pessoas geralmente descartam: cartões antigos, papel de carta, papel de presente, sacolas, contact - aquele plástico adesivo transparente. Sempre acho que terão utilidade e, finalmente, hoje parte dessas coisas teve alguma. Acabo de entrar de férias e já sinto um certo ócio, falta do que fazer. Hoje inventei de encapar duas caixas com papel velho de presente. Pensei em fazer um espaço pra colocar as coisas da minha bebê. Tá chegando a hora e é tão terno e emocionante pensar nela aqui, daqui a pouco. Me dá uma languidez, uma coisa meio inexplicável, uma felicidade simples ... eu lembro do tempo que eu reclamava e invejava as pessoas que tinham alguém - ficante, namorado, rolo, marido, sei-lá - e agora alcancei essa pequena felicidade que se estendeu até ela, nossa filha. Tenho ficado cada vez mais emotiva, mais próxima dela. Minha barriga ondula com tanta movimentação, meu corpo está inchado, feio, me canso fácil e durmo muito, mas é uma ex…

Reta final

As retas finais das coisas me deixam ansiosa. Apreensiva. estou com a mesma sensação que tive quando estava no final da graduação, não tinha certeza que realmente terminaria a monografia, apesar de que se tal acontecesse, eu ficaria em prantos. Portanto, me desdobrei em dias e noites sem dormir o suficiente para terminá-la, sem sair, sem diversão, sem nada. Estava totalmente focada nela, na graduação, no meu grand finale. Na verdade, não foi assim com a gravidez. Agora nessa reta final é que comecei a me concentrar nela, mesmo porque minhas devidas férias enfim chegaram - do trabalho e da universidade - e ainda terei a licença-maternidade logo em seguida. Enfim, parece que o universo conspira a favor da minha gravidez, para que eu lhe dê a devida atenção. Não que não me cuide, mas sou bem tranquila. Estou tomando as vitaminas receitadas, indo sempre ao médico fazer o acompanhamento, fazendo exames daqui e dali, tanto que meus braços já foram picados algumas vezes para coleta de sangu…

Angústia

Mas a salvação dos justos vem do Senhor; ele é a sua fortaleza no tempo da angústia. Salmos 37:39

Ontem mesmo conversávamos sobre os mais pobres da família. Incrivelmente, o pai dele e os meus pais sãos os mais pobres de cada família e nós também. Se bem que dos meus irmãos, estamos todos no mesmo barco e às vezes acho que não vou muito além do que já consegui. Engraçado, parece que certas pessoas simplesmente não andam sem empurrão de todas as espécies e sempre serão o primo pobre da família. Isso é frustrante... Às vésperas de tirar férias - enfim, meu Pai! - me sinto desértica. Essa semana vai ser punk, até sexta-feira, quando um alívio deve se dar, assim seja.  Ao contrário do que pensei, não tem ninguém na minha cola me dizendo que gravidez é assim e assim e assado, tampouco me dando conselhos. Novamente, me sinto desértica, ilhada. Sinto falta da minha mãe pra perguntar coisas como: eu demorei muito para nascer? doeu muito? em quanto tempo vc saiu da maternidade comigo? eu era do…