segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Retrospectiva (mas não)


Não gosto mais de retrospectiva, dói. Basta dizer que o ano começou realmente mal. Notícias que jamais esperei, aquele sentimento horrível de ser usada e passada para trás. Engraçado que passei de 2011 para 2012 de joelhos na igreja, mas talvez tenha esquecido de pedir coisas específicas a Deus. Aí veio o bombardeio. Hoje ignoro pessoas e sou ignorada, e pior, cabe a mim restaurar relações; mas tem muitas que não quero, não posso e nem devo restaurar. Águas passadas...

O vazio incômodo que sempre senti perdurou até meados de Setembro, quando começa a bela primavera. Começou pra mim exato um mês antes de meu aniversário, quando a maior virada da minha vida simplesmente aconteceu. Hoje tenho três meses de namoro e dúvidas e certezas ainda...

Comecei a ser monitora de inglês, e fiquei de "recuperação" pela primeira vez na vida. Passei na prova final, ainda que tenha feito-a sem o devido aprofundamento no tema: latim. Hard. No segundo semestre que começou agora em dezembro e continua em janeiro por causa da greve, comecei a cursar Laboratório de revisão de textos, essencial pra mim, estou amando. Sou revisora de abstracts na Revista CCH da UFV. Sou professora de inglês - não na UFV, ainda. Sou individual e saudosa nesse exato momento. Meu amorzinho está com a família dele. Às vezes quero e não quero...

Botei na cabeça que vou correr na São Silvestre desse novo ano. Vou ter que correr demais, treinar demais. Que seja. Estou mais aberta, ainda cuidadosa. Sem medo de ficar só porque não estou, nunca estive. Só estava desprezando uma presença essencial na minha vida que agora quero destacar, o meu Deus. Ah, como é difícil dizer isso aos outros e a mim mesma... muitos sacrifícios eu estou fazendo e pretendo continuar fazendo, continuar firme na certeza de que é isso que eu devo fazer, ainda com medo e tal, mas seguindo o passo a passo... hard.

Enfim, talvez amanhã eu lembre mais coisas... mas nem quero mais lembrar... amanhã vou mudar o modelo do blog, dormir até tarde, ligar pra MG... sei lá... e começar a ler o livro JESUS que ganhei. Amém. Paz. Que luta... meu coração bate forte, como se o ano que passa fosse um parente próximo que eu enterro... pesa e dói. Espero que o início seja beeem diferente de 2012, que jaz, enfim. Bye.