Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Momento mamãe babona :)

Lídia fez seis meses há uma semana. Passa mesmo bem rápido esse tempo entre o nascimento dela até agora, apenas seis meses, já seis meses. De quietinha e só dormindo, ela passou a super acordada, agitada, mexe bracinhos e pernas o tempo todo. Chora e reclama, dá sinais de raiva e muita braveza sempre que contrariada! No banho, bate na água e me dá um banho também. Olha para ela e me pergunto se é verdade, se sou mesmo a mãe dela - ela já diz mamá, mamã - mal acredito, sei lá, até pouco tempo eu estava sozinha, perdida, pensando em que rumo tomar na vida, aí veio o amor, o papai, aí veio ela, a minha doçura, minha princesa. Temos passado por muitos problemas, mas quando eu olho pra ela me animo de novo, sei que não posso nem devo vacilar, é respirar fundo e seguir em frente. Tudo parece um grande clichê agora, mas é isso mesmo: ser mãe é padecer no paraíso. Às vezes perco a paciência, quero dormir, quero assistir tv, fazer as coisas em paz, Lídia não deixa, mas aí lembro que ela é só …

Para o caçula

foto "roubartilhada" do senhor IMMS
Eu tinha oito anos, aliás, faria em outubro de 1991. Era maio quando ele chegou. Pequenino, a maior parte do tempo de azul e dormindo. Tinha cabelos avermelhados, todos acharam que seria ruivo, mas durou pouco o fogo-cor dos cabelos; ficou na personalidade o entusiasmo, o ânimo, a simpatia desde bem pequenino. Éramos irmãos mais do que sangue, eu era a companheirinha, a cuidadora depois da mamãe. Ele vinha no meu colo, dormia no meu colo, vivíamos assim bem perto. Hoje, já não tão perto, acompanho-o ainda graças à tecnologia facebookiana. Já não ouço sua voz, não vejo seu sorriso, não sei por onde anda, com quem, que segredos tem. Agora pai, eu agora mãe, seguimos nossos caminhos assim tão separados, assim ainda tão juntos pelas lembranças que ninguém há de apagar. 
Certos percalços na vida separam... a gente não mede bem as palavras, age por impulso, vacila... tudo, no fundo, por amor.
Em nome desse amor, seu moço, te desejo felicidade e…