domingo, 4 de setembro de 2011

Faz uma semana II

Com o tempo vc se acostuma com os sinos, e aprende a saber as horas por eles. Batem a cada 15 minutos. Moro perto deles. Gosto de entrar lá na igreja por causa da arquitetura e do silêncio, mesmo sentindo que estou fazendo algo errado: oro a Deus e peço perdão por estar naquele lugar cheio de imagens, justificando que gosto e preciso do silêncio, e que oro ao Deus que está nos céus e em mim, somente. Gosto de lá, como quando criança ia a biblioteca nos finais de semana com meus pais e irmãos, e escolhia livros aleatórios. gostava do silêncio da biblioteca e sempre tinha dor de barriga quando ia lá, sei lá por que. Livros nem tão aleatórios assim: eram sempre da sessão infanto-juvenil, estórias bobas de amor, de primeiras vezes, até livros de poemas adolescentes. Eu olhava a capa e dizia a mim mesma que seria meu nome lá um dia...

Ainda não foi, e tantas coisas que me marcaram tem vindo a memória ultimamente. Chorei pela "morte" de um elefante que tive. Sim, era um elefante fêmea (elefoa, elefanta?) de pano que minha avó transformou num travesseiro para meu irmão, que nunca usou... (já falei isso aqui, não?).

De novo, ja faz uma semana de um acontecido e eu não entendo... faz 3 anos que conheço alguém do qual não consigo me desvencilhar... faz um ano, ...faz... tanta coisa e tanto tempo e eu guardo datas e nomes, sim, pelo menos o que consigo lembrar. E faz alguns segundos que mandei uma mensagem pra tentar entender o ultimo fim de semana... devia? talvez não, mas não gosto de por ponto final nas coisas sem entender. Sem entender ainda...bye.

...

Faz uma semana...

...e eu ainda não entendi o que houve, por que causa, motivo, razão, só entendo parcialmente as circunstâncias... bom pra minha moral? nem foi! ALGUÉM me explica??