sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Someone like him II


Não quero alguém como ele, não. Quero alguém diferente. Alguém corajoso, que não me largue no meio do caminho pelo medo do sentimento arrebatador que possa nos unir, pelo medo da vida a dois; que nao se importe com a bagunça do meu cabelo de manhã, que me faça um café de qualquer jeito, que cuide de mim e deixe-se cuidar.

Alguém diferente, bem diferente. Alguém que, como aquele novo perfume, ponha o amor em movimento, que o faça funcionar e andar a cada dia, e todo dia.

Diferença, mudança, o novo, é o que preciso. Onde, com quem, as circunstãncias dirão. Boa noite.

...