quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Guiana


Bipolaridade, depressão, sei lá. O caso é que o humor está instável, choro à toa, sinto raiva, irritação, cansaço, dores no corpo, intestino desregulado - isso é até normal. meus sentimentos se intensificam, inclusive por um certo alguém, alguém que roubou minha'lma para todo o sempre...

Sinto que é hora de mudar de novo, mudar alguma coisa, ir embora, tal como a personagem central de Chocolate, com sua alma nômade. Não tenho esse tipo de alma, posso até permanecer aqui nessa cidade, mas preciso de algum tipo de mudança, ainda que seja ínfima - não, não, dessa vez minha alma deu um passo a mais, um passo a frente - preciso de um passo maior. Amadureci um pouco mais.

Permanecer nessa cidade é correr risco de encontrar fulano ou ciclano, se bem que eles não querem ser encontrados por mim e só por acidente mesmo vejo um ou outro. Mas o caso é que tem a possibilidade pairando no ar, o que já é suficiente pra me gerar ansiedade. Ansiedade - meu grande mal.

Mudar estilo? simpatizo com os góticos. Mudar de cidade? No momento, só se fosse pra sampa, de volta, onde ainda tenho um abrigo. Mudar eu mesma? muita gente diz q ando meio estranho, que ando encurvada - sempre fui desengonçada. Passar a andar de salto? nunca soube, meus pés são tortos e tenho dores terríveis neles mesmo sem andar de salto. Passar a usar saias? não me sinto muito confortável, apesar de achar bonito.

Sabe o que eu precisava? ir pro exterior. seria uma mudança bem drástica, do tipo que to precisando.  Mas como sempre, espero uma mola propulsora que me jogue pra lá, algo que me leve - será que vou ter que perder algum outro parente pra ser impulsionada? será que devo então continuar na graduação pra ter alguma chance? São possibilidades, casos a se pensar. Poxa, seria bom demais uma oportunidade agora para ir ao exterior! Para o exterior de mim mesma.... esava pesquisando a Guiana, quem sabe. Boa noite.

...