sexta-feira, 21 de junho de 2013

Me leva que quero ver meu pai...


Duas músicas que ultimamente não me saem da cabeça: "só tinha de ser com você" e "Caminho das águas". A primeira canto para o baby que, sem se deixar identificar, encolheu-se hoje na ultrassom. Eu quase tive um ataque na mesa, fazendo o exame. Me contive por causa do médico e do namor. Parece que eu precisava desse "comprovante" de gravidez. Pensava esses dias que podia ser alarme falso, a médica se enganou, sei lá...mas de repente a cabeça, as perninhas, o coração batendo, sem volta, ele/a está lá, aliás, está aqui em mim. me senti grávida de verdade pela primeira vez. Me veio um riso nervoso, uma lágrima que não chegou a cair. 19 semanas, nascimento previsto para 12 de novembro. 
A segunda música em remete aos meus pais. Até agora não sei qual foi a real reação deles à tudo isso. Sinto vontade de vê-los, de me explicar, de mostrar o baby, a ultrassom (pego resultado dia 2). De dizer que talvez não seja a hora mais certa, mas ele/a já está aqui e precisa de cuidados, precisa de mim, precisa que eu esteja bem. Estou tentando não me preocupar tanto e nem me entristecer, mas olhando ao meu redor, fica difícil. Me faço de cega, vou levando. Tudo precisa estar bem por ele/a, pra ele/a.
Voltei a almoçar no restaurante universitário pra melhorar a alimentação porque em casa fico na preguiça ou na correria pra fazer. É isso, porque novamente o sono tá demais... continua o mistério Lídia ou Davi :)
Boa noite!