Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Uma coisa só

Digital Love

Last night I had a dream about you
In this dream I'm dancing right beside you
And it looked like everyone was having fun
A kind of feeling I've waited so long

Don't stop come a little closer
As we jam the rythm gets stronger
There's nothing wrong with just a little little fun
We were dancing all night long

The time is right to put my arms around you
You're feeling mine
You wrap your arms around too
But suddenly I feel the shining sun
Before I knew it this dream was all gone

Ooh I don't know what to do
About this dream and you
I wish this dream comes true

Ooh I don't know what to do
About this dream and you
We'll make this dream come true
Why don't you play the game?
Why don't you play the game? P. S.: I never know how to play the game... ...

Nas entrelinhas (mas ele não vai ler...)

I'm doing this tonight,
You're probably gonna start a fight.
I know this can't be right.
Hey baby come on,
I loved you endlessly, When you weren't there for me. So now it's time to leave and make it alone

I know that I can't take no more
It ain't no lie
I wanna see you out that door
Baby, bye, bye, bye...

(Bye Bye)
Don't wanna be a FOOL for you
Just another player in your game for two
You may hate me but it ain't no lie,
Baby, bye, bye, bye...
(Bye Bye)
Don't really wanna make it tough,
I just wanna tell you that I had enough.
It might sound crazy,
But it ain't no lie,
Baby, bye, bye, bye

(Oh, Oh)
Just hit me with the truth,
Now, girl you're more than welcome to.
So give me one good reason,
Baby come on!
I live for you and me,
And now I really come to see,
That life would be much better once you're gone.
...
I'm giving up I know for sure
I don't wanna be the reason for your love no more.
(Bye Bye)
I'm checkin' out
I…

Bela adormecida.

Sem entender...

dor de cabeça bruta.
dúvidas.
suspeitas.
hipóteses.
Foi tudo que ganhei de ontem.

pq akele beijo?
pq me iludir novamente?
não, não, não.

acabou. Foi a gota. d'água e da lágrima
tanto q chorei sozinha na rua akela hora da madrugada.
alguem me ofereceu ajuda. Era homem, eu disse não.
e segui no meu passo trôpego. Sôfrego, corrido, cruzado, de lado, bandido.
Bandido foi ele. Pq insistir?
nao vale a pena. se eu não valho, pq ele valeria?
não, não vale.

ahh pq, pq akele beijo, pq? só me explica isso.
pq eu to sem entender até agora...


...

Dia de domingo

- não é assim que a banda toca não, filha! e eu vim pra ficar!! - disse-me a ressaca, logo após a noite em que peguei carona num cadillac e fui deixada no meio da estrada por ter estressado o motorista, bêbada e com um celular na mão, travando batalhas de SMS; logo após ser beijada sem entender por que causa, motivo, razão ou circunstância  a pessoa o fez; logo após ficar com um trêbado soluçante; logo após ver que não quero chegar aos 60 pra mostrar meu rabo num palco pra um bando de universitarios enlouquecidos; logo após ter saído de um cabaré axando que ia ter uma coisa e percebendo que...é, realmente, não é assim que a banda toca! Faz de conta que ainda é cedo... voltei a dormir, good morning!!

Ideias sem acento

bom dia...

um certo cansaço me abate... não é nem cansaço, um desânimo (in)explicável: TPM. É engraçado como nesses dias parece que sou eu mesma, com os sentimentos mais intensos: o cansaço parece maior, o desânimo também. E uma vontade de ficar na cama sem fazer nada, só dormindo... preguiça também. Vontade nenhuma de dar essa aula ao meio-dia, nem a de 18h, nem a de 19h30... a atitude passiva dos alunos me irrita, eu ´que sei e eles ficam lá, esperando eu dizer como fazer, como estudar, como pensar. I'm not supposed to be so good with them, otherwise, they do not think; I need to make them talk and this is the hardest part. For God's sake!
Sinto meu inglês atrasado, como se eu tivesse parado no tempo: ensino sempre as mesmas coisas e não tenho tempo de me atualizar. Nesse sentido, uma pós latu sensu seria ideal, pra eu reciclar o inglês. E um intercâmbio também...

Nem tudo que brilha é ouro... não sei tudo de inglês, não sou tão boa assim. Gostaria de praticar mais. A gnete …

Cansaço, fome, solidão: até quando?

Sei que estou de TPM e isso muda tudo. Mas lá vai, estou em mais um dia de sono, cansaço, fome, solidão e tristeza muito profundos, o tipo do dia que vc começa a pensar no que tem de errado com vc e pq estás ainda sozinha, em muitos sentidos. Solidão profunda...

Minha vida vai bem, obrigada. Mas tudo é casca, engraçado: pago as contas, como, sobrevivo. A minha cabeça já anda no amanhã e por isso meu estresse aumenta, mal consigo suportar o dia em que tenho tantas aulas seguidas, a terça-feira. Cansaço profundo...

Meu celular não está carregando direito, me estresso, tenho vontade de dispensar os alunos por um mês pelo menos pra pensar no que fazer, no que quero, e me conhecendo, no fim desse prazo, estaria eu do mesmo jeito, "pra variar, como a meses atrás" como me disse um ex amigo, ou um amigo ex, que seja...

me irrita o sono, apesar de sentí-lo e querer que venha. Não é ele que me irrita, mas a possibilidade de perder horas fazendo nada (dormindo) quando poderia estra fa…

Deixa acontecer...

bom dia

Acordei, fui ao banheiro, tirei umas roupas do varal. Fui á cozinha e não pude deixar de perceber o rádio tocando:

"Deixa acontecer naturalmente
eu não quero ver você chorar
deixa que o amor encontre a gente
nosso caso vai eternizar..."

Tive que rir só pra não chorar (piada interna). Bom dia!


Mudanças mais... carta para eu (mim?) mesma

cara Rebeca

 Periodo de adaptação indo bem, parabéns! Você tem se sentido meio sozinha mas nãoo pode reclamar muito, afinal aprecia a solidão e não faz muita coisa para mudar isso, apesar de ter dado passos importantes esses dias: conversar com o senhorio, com o senhor que mora aqui, falar ao menos oi para os outros moradores que vem e vão sem parecer se preocupar com isso, conversar espontaneamente com o moço que veio instalar a net... mudastes de casa e contigo trouxestes a mudança interior. Sim, são pequenos passos, e coisas minimas para as outras pessoas, mas só você sabe como são grandes estes teus passos!
As unhas pretas, as pequenas mudanças que moldam uma nova fase, uma nova - ou nem tanto - Rebeca.

pintando as unhas de preto
eu mergulho numa viagem sem fim
não é você que vejo
vc é pronome muito pessoal
não sou eu que vejo
eu é pronome auto...
quem sabe o que vejo
sabe que é no presente
um presente mais que perfeito
não indicativo
totalmente subjuntivo...


(by me, da série po…

Mudei.

Mudei. os móveis chegaram ontem: cama e guarda-roupa. O lugar é frio, não conheço quem mora lá. Quarto com paredes divisórias, pessoal que acorda cedo e fala alto, enfim, ta parecendo um cortiço, mas não estou reclamando, apensa me acostumando... espero realmente me acostumar... não páro muito lá, trabalhando sempre. Ainda tenho q ver como lavar roupa - falta varal - e a Tv que vai chegar e o cabo de internet pra isntalar, etc. Muita coisa. Fikei dois dias sem net, mas nem liguei muito, preciso mais pra preparar aulas, sempre pesquiso muito. e calro tem as redes sociais tbm, essa bobeira que substituiu os relacionamentos pessoais - ou não? No meu caso sim.

Estou... bem? sim, dentro do meu (não)normal. bom dia!


Pai e mudança não-ocorrida

Meu pai é esse aí, esse sujeito de poucas e nem sempre boas palavras. A palavra que ele me ensinou, a Bíblia, o inglês, tudo foi ele, culpa dele eu ser o que sou. As letras, o nosso sempre elo. Mandei um cartão pra ele pelo dia de hoje, mas não sei se já chegou, só sei que vai chegar. Cartões pros pais são sempre meio bobos: pai vc é dez, meu campeão, etc, etc, coisas relacionadas a  futebol e vitórias, não aos pais reais. Meu pai é São paulino, tem camisa e tudo. Não deixa de fazer nada por jogo, não toma cerveja gritando na frente da TV, apenas torce, é apenas São Paulino, assim como eu, vendo meu Palmeiras agora.

De malas prontas, eu pretendia me mudar hoje, mas uma série de contratempos - meu oráculo interior estava certo - me impediu de estabelecer-me de vez no lugar novo de morada, portanto cá estou ainda uma ultima noite neste alojamento infernal. Tenho ódio, e se ele matasse, eu já tinha fulminado todo mundo a minha volta hoje.

Sinto muito pela pessoa que tentou me ajudar, qu…

A mudança, enfim

E assim é... tudo arrumado, tudo pronto. Tudo? mais ou menos, nunca estou certa de nada... mas vá lá, é amanhã, está marcada para amanhã minha mudança. Nova fase que pediu esse novo visual de blog também. Nova velha fase, amiga de ex, de boa. De boa? nem tanto... mas vá lá, é Agosto, é dia dos pais amanhã, é tudo. Sou eu que não me encaixo e tenho medo, preciso de uma mão amanhã pra segurar a minha e me levar, guiar, dizer pra olhar os dois lados da rua e não achar nada e não me achar tanto, por enquanto.

Por enquanto, é o nada que aqui está, é a arrumação, a ansiedade, as malas, as roupas. É o encarar o outro. É o drama que faço ante uma simples mudança. Simples? Nem tanto: vou pagar todas as contas agora, nada de comida nem moradia gratuitas. Nada é gratuito na vida. Medo de não saber gerir meu dinheiro... trabalhei menos em julho, vou receber menos agora... isso é mal. Administar, gerir...a vida? Me viro. t+.

medo de mudança

é que dá medo, sabe...mudanças, essa coisa de mudar. Mudar de casa, é, é mudança "pequena", mas é mudança e dá medo. Num mudo nem com meus alunos, que me cobram mais inglês e menos tradução... num mudo meu jeito passional de ser, por que tenho q fingir q não to morrendo de amor, que não quero abraçar, beijar e ligar toda hora?

Medo, sabe? medo de tudo, dá medo de viver antes de qualquer mudança que esteja pra acontecer. Vou mudar e não sei o que vai ser... medo do amor e medo de me dar bem e medo de não me dar bem também, em qualquer lugar desse mundo. Medo de tudo.

Essa minha falta de graça... no comments no face, no comments no orkut, no comments aqui... medo de ficar largada assim, pra sempre... medo de tanta coisa, medo do que possa e não possa acontecer; medo de coisa abstrata, coisa assim que nã tem cabimento mesmo... ou tem? medo até de querer bem, pois não sou mais capaz; confio mais não...

medo de avacalhar a vida, de dar, assim, um passo errado, sei lá...

medo. só …

Como água para chocolate

Meu livro chegou hoje, isto é, peguei-o hoje e saí lendo pela rua. Não quis lê-lo todo, na minha sede de entrar no mundo da literatura - ou da ilusão - mas devorei o primeiro capítulo com voracidade: li este livro na minha infancia-adolescência, quando meu pai nos levava nos fins de semana para a biblioteca. Eu sempre escolhia os livros pela capa, se tivesse um desenho legal, e pelo título e este, Como água para chocolate, me interessou sobretudo pelo desenho da capa. este exemplar que comprei agora é capa dura, sem desenho. Quando eu o li, não entendi bulhufas, como se diz, por isso resolvi comprá-lo agora e continuo sem entender um termo ou outro, mas sempre absorvendo a estória. Tem até um filme, pelo que andei pesquisando.

Cada capítulo tem o nome de um mês e de uma receita. O primeiro é Janeiro, Tortas de Natal. Choro, lágrimas, nascimento, família, cozinha. Amor. Meu romantismo exacerbado e minha sede de estórias de amor não se cura... Falando nisso, passei raiva com um affair…

Bem e Mal

"o bem que eu quero esse eu não faço o mal que não quero persegue os meus passos"

(Meus passos, Oficina G3)