terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

minha nada mole (e brilhante) vida

ois.

mal cheguei em Viçosa e pronto, foi só contar uma historia do que me aconteceu nas ferias que ja ta todo mundo me condenando....mas deixa, nao convém aki entrar em detalhes, acordei hj meio depre, meio mal, axei q tava td bem quando eu cheguei, fui bem recepcionada, mas, é dakele jeito, eu simplesmente nao posso ser eu, pois isso é totalmente condenável.

disseram que voltei mais magra das férias. Hein?! Como?! Justo no periodo em que eu mais como e durmo, e comi feito cavalo!! vai entender, eu devo ser uma privilegiada. Se emagreci, vou emagrecer mais ainda agora que vai voltar a labuta...apesar de tudo que sofro aki, vivo num mundo ideal: aki tenho casa, comida, emprego, tudo que se precisa pra viver razoavelmente bem, mas quando saio daki, lá fora, nao tenho nada: minha familia vendeu o nosso barraco e nem conseguiu ainda alugar outro lugar....perigamos ir pra rua, mas sei que Deus está no comando de tudo isso, Jeová Jireh.

Aki em Viça tá o mesmo calor que ta em Sampa...eu voltei com vontade de ficar quieta no meu canto, com medo de sair pq tenho medo de mim, é o único medo que eu tenho, de mim....sei que no fim das contas, tudo dá certo, às vezes nao tão certo, mas dá pra levar, só que no meio do processo, a gente nunca tem a clareza se pensar assim, neh...

Nas férias andei lendo também Fernando Pessoa, nem sei se já disse isso aki...Li Alberto Caeiro...para ele, as coisas são o que são, significam o que vemos, não há mistério algum, e, se há, o mistério é simples de ser esclarecido. Muito bom, mas pena que ele falou umas bobagens sobre Deus....quero ler de novo A Cabana, vamos ver se animo....quero leituras boas esse ano, além das academicas...haha como se eu fosse ter tempo pra isso por aki...Bye.