terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Diário de uma sedentária - canseira, suor e desilusões

Querido diário,
bom, até que não estou mal...

Ontem e hoje estava caminhando-correndo na UFV, tudo pra me desestressar e pra parar de pensar em tudo que tenho pensado desde que vi o que vi no baile de formatura. O bom é que se eu continuar assim, posso ficar mais sequinha, mais gostosa, sei lá. Mas isso pra mim de nada adianta se eu to morta por dentro, seca, dolorida. Sozinha, sobretudo, sem família, sem muitos amigos, sem incentivadores ou confidentes, preciso disso.

Tá, eu vou dizer o que vi, vi um ex com a namorada, ele fingiu não me ver. Eu sabia que ele estava namorando, mas uma coisa é saber, outra coisa é ver ali na sua frente. "O que os olhos não veem, o coração não sente", é bem por aí. O pior é que a coisa me abalou de um jeito que fui puxando um pensamento relacionado atrás do outro, e viajando na maionese. To tentando controlar, mas tá difícil. 

Dói muito ver os outros, amigos e sobretudo ex se dando bem na vida enquanto você não está tão bem assim. Se a gente tá bem, é outra história, vc vê, pode até ficar triste, mas se tem alguém pra te consolar, então passa mais rápido. Esse é meu problema atual, só tenho meu trabalho pra me distrair, e tá dificir... 

Já quebrei a resolução interna de não beber. Também, com tanta coisa ruim acontecendo...comecei mal o ano com uns e outros, ai vem o sumiço, ai a depressão, ai um baile belissimo, mas arrasador em muitos sentidos, enfim, ai vem a depressão pra me arrasar de vez... num aguento mais isso.

Não quero mais sentir inveja, rancor, ciúmes, etc do sucesso alheio, sinto isso sim, muitas vezes. Não quero mais, meu pai, não quero. 

Cansei bastante nas caminhadas e quero cansar mais. Problema que no caminho de volta, comi uma porção de batatas com molho rosé hehehehehe... Chegando em casa, um copo de leite com adoçante e acho que parei por hoje. Amanhã é amanhã, "basta a cada dia o seu mal", Carpe Diem, amém. Bye. 

...