sábado, 16 de fevereiro de 2013

Stay


É assim, do jeitinho da cara que a Rihanna brilhantemente fez nesse clip. Nossa, perfeita, Rihanna! É essa cara que fiz tantas vezes... você se perde em dor, fica desnorteado, sem saber se ri, se chora, tenta controlar, fica meio aéreo, abobado, o olhar perdido... dói e nem se sabe onde, dói tudo e nada, o corpo fica puro torpor, estranho, leve, formigante, dormente... a dor de um amor que não vai, que não foi, que não deu por mil razões que a própria razão desconhece. E fico aliviada por não mais sentí-la. Dói muito, às vezes por pouco tempo, mas parece uma eternidade porque nada mais no mundo parece importar... Lembro da dor e me dói de novo. A música é linda, o clip lindíssima, o nu de Rihanna é tão bonito, singelo, nudez de estar completamente mergulhado naquela relação e de repente... não mais. Rihanna perfeita em seu olhar longínquo e desolado. perfeito pra quem não está nessa dor apreciar. E pra quem está nessa dor, mergulhe fundo nela, sofra, é preciso. A superação vem logo após.