segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Sobre 2013

Os pais da Lídia :)


Fiz planos pra 2013 mas isso não dá certo pra mim. Preciso é de um plano de cada vez; se faço uma lista, fico perdida. Até pra seguir a dieta que a nutricionista me passou tá difícil. A dieta é pra manter o peso e o leite, mas pela primeira vez na vida eu queria perder um pouco... estou me sentindo pesada.

Bom, resolvi analisar os planos que fiz pra esse ano, os estão listados aqui do lado no blog. Vejamos:

1. Aprender mais sobre Deus, de Deus: Comecei bem, lia a Bíblia e orava todo dia, mas parei por causa do maior aprendizado que Ele me mandou, a gravidez. Ele derrubou minha torre de babel, mas preciso continuar minha parte como cristã;

2. Aprender sobre mim mesma: Me achei mãe esse ano e o lado maquiavélico que sempre achei que dormia em mim talvez nunca tenha existido. Me emociono com cada gesto da minha pequena. Descobri que as expectativas que criamos sobre as pessoas, inclusive amigos, não serão necessariamente atendidas, feliz ou infelizmente. Descobri também que não sou boa em fazer ou manter amizades e que nunca mais vou dormir bem...

3. Publicar meu livro: Isso fica pra esse ano...

4. Correr na São Silvestre: Ainda tenho vontade, engravidei e não pude, quem sabe esse ano se eu me aniar a praticar já!

5. Voltar a aprender a tocar teclado/piano: Esquece...

6. Aprender outro idioma: Em 2013 não deu e isso não será prioridade em 2014.

7. Viajar para o exterior: Sonho que rebaixei a plano e está cada vez mais difícil de alcançar... Esse sonho precisa de patrocínio; aí é que está...

8. Fazer mestrado na UFV: Não passei da primeira fase. Talvez eu tente em outros lugares/áreas, sei lá...

9. Ir embora para ... Pasárgada: Estou cada vez mais presa a Viçosa e isso já não é tão ruim assim; vivi a universidade, agora vivo a cidade e tenho uma filha viçosence :)

Como se ve, não cumpri quase nada no ano que mais mudou minha vida. Ah, e os planos para 2014? Acompanhar o crescimento da minha filhotinha, sobretudo; agora a prioridade é ela e adoro cada sorriso e cada choro, cada troca de fralda e cada banho, seus olhinhos, seus barulhinhos, cada pedacinho dela. A vida sem a Lídia não é mais possível, já nos adaptamos totalmente. A pedida é deixar Deus cada vez mais no controle. Amém!