Pular para o conteúdo principal

Diário de um alojamento

É engraçado dizer "em casa" quando me ligam perguntando onde estou. Em casa; sim, esse alojamento tornou-se minha casa, apesar do ainda estranhamento q  me causa dizer "to em casa" significando to aki, nesse quarto e sala, no alojamento. Falta pouco pra eu sair daqui...me formando, mesmo que fike em Viosa, tenho q sair deste lugar que me acolheu por tanto tempo...

moramos aqui atualmente em cinco: eu, uma formada q está pra se mudar, uma mais ou menos caloura e outras duas calouras. Tivemos uma reunião outro dia. Decidiu-se que não iremos morar mais em cinco. Pedimos para uma das calouras sairem. E outra garota q ja morou conosco vai voltar para ocupar o lugar da q vai se mudar.

eu gostaria de me mudar já, agora, se pudesse, mesmo tendo que pagar contas...se bem que no meu caso, não só contas: teria que comprar móveis. Fui ver uma vaga no CCAA, quem sabe...nossa, se acontecer, vai ser minha salvação...

a vida aki no alojamento nem eh tão ruim, mas essa semana uma coisa ta pegando: água quente. Simplesmente avisaram que não haverá água quente até dia 17 e pronto, sem alternativas, se virem!! isso é um absurdo!! por outro lado, a CMA - comissão dos moradores de alojamento - inventou a carteirinha do morador, que da direito a algumas coisas, tipo entrar nessa festa desse fim de semana gratuitamente. Bão, mas...e melhorias no alojamento? recentemente, colocaram uma pia para lavarmos pratos aqui. isso foi muito bom, já que lavávamos tudo numa das pias do banheiro. mas eu queria um aartamento também, como os meninos tem, e móveis novos também! poxa vida, quanta injustiça...sei q a ideia deve ser reformar todos e isso leva tempo, mas esse meu aki ja foi teoricamente reformado, só que não mudou muita coisa não...móveis comidos pelos cupins, pouco espaço, muita gente...

a convivência num é das melhores, mas dá pro gasto...morar com mulher é complicado, creio que deve ser mais do que com homem, sei lá. As moradoras do quarto da frente, por exemplo, são fissuradas com limpeza, enquanto a gente aqui...xiiii...prefiro não comentar rsrsrs...o banheiro, coletivo, dividido entre dezesseis pessoas, é lavado diariamente...pra falar a verdade, acho meio exagero, mas regras são regras.

não sou do tipo que faz amizades ou que fez por aki. A que vai mudar diz q sempre tentou ser minha amiga, mas eu não quis e eu fui a culpada de ela ter feito panelinha com a outra moradora, óh! aff... depois, vira e diz estra preocupada comigo...eu que to preocupada com ela, que cada hora é de um jeito comigo, e os dois jeitos são sinceros, o que é o pior de tudo.

agora to aki, pensando no muffin que descobri no supermercado escola (meu Deus, recomendo, é uma maravilha!!) e começando a ler ppara a aula que vou dar amanhã no CCAA. To muito apreensiva...sera que consigo? espero que sim...essa semana foi tensa demais...quando eu chegar no sábado, vou poder respirar de novo, um pouco de alivio. Amanhã é o pico da tensão, sexta-feira...God bless me. Bye!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

H. Pylori

A partir de hoje, se a grana deixar, minha dieta será essa aqui. Descobri, indo hoje ao médico, que tenho uma bactéria no estômago, na verdade uma bactéria comum que muita gente tem, mas que pode ou não se manifestar pro mal. É claro que no meu caso ela fez questão de ser do mal e se manifestar. Eu já tinha cortado bebidas alcoólicas, café e refrigerante, agora só falta remover o estômago mesmo. Sim, porque comer só frutas (não cítricas), legumes e vegetais sempre refogados, lembrar que isso ou aquilo tem gordura ou ataca o estômago, bom, é coisa de nutricionista, ou de gente antenada demais no que come. Cortar frituras também, que são superiormente mais saborosas que coisas cozidas, mas tudo bem. E pensar que tem gente se acabando no torresmo com cachaça sem nada lhes acontecer... Mais um capítulo da injustiça do universo contra mim. A vida sem sabor.
Duzentos mil atrasos hoje e o preço do remédio pra matar a bactéria me fizeram chorar de raiva e tristeza. Pergunto, como sempre, por…

A solidão do professor

Pouco se fala sobre um sentimento que por certo atinge o professor: a solidão. Fala-se em valorizar o profissional, em melhorar salários, em aperfeiçoar a formação, capacitar sempre mais. Não se lembra que é uma profissão que precisa de cuidado psicológico. Você briga com e contra os alunos muitas vezes. Você tenta abrir suas mentes para o novo, o velho, fazer as conexões, entender, aprender. E tem hora que parece que a gente desiste. Que quando vem um comentário altamente crítico ao seu fazer, desmoronamos. Poxa, tanto esforço pra nada!? A falta de retorno positivo, de um elogio, um abono, uma promoção é deprimente. Desgastante. Falta retorno do aluno também. Pelas provas, nada sabemos. Não conseguimos tampouco estabelecer uma relação ais próxima com cada aluno. Nenhum deles vem e diz, "nossa professor, aprendi tanto na aula de hoje!" (pode ser que algum faça, na faculdade talvez). A gente tem que advinhar as dúvidas, o que poderia ser mais dificil ou não, e segue o ritmo …

Inutilidade pública - a história de Benê

O que é ser (in)útil?


Benê se sentia inútil. Vivendo de aluguel com uma gata e uma cadelinha, ia empurrando as coisas com a barriga (literalmente). Desempregado e acima do peso, gostava mesmo era de comer, jogar video game e conversar com friends pelo cell phone. A cadelinha era sua melhor companhia. de vez em quando gritava com ela, tocava-a de onde estava, mas ela logo voltava feliz lhe abanando o rabo. Já a gata não. Olhava-o com altivez, as vezes se roçava em suas pernas, recebia seu carinho e até dormia com ele, mas se irritada, arranhava-lhe sem dó e de repente. Benê tinha vários arranhões, mas amava aquela gata sem bem saber por que. De vez em quando ela dava um sumiço, mas sempre também voltava, com parcimônia. Estava sempre pronta para partir. 
Benê comia porcarias, e comida boa em quantidades rinocerônticas, mas gostaria de mudar se não fosse essa imensa, intensa e incontrolável fome que sentia. A comida era a única fonte e prazer que enxergava, rápida e concreta. Um dia pas…