Pular para o conteúdo principal

I've learned my lesson well...


eu em 2008 no cursinho ômega (escola Edmundo Lins) English Teacher!
 Essa é uma expressão recorrente em inglês, "I've learned my lesson well" já vi em varias musicas. Is it true for me? I really don't know. Quando penso que aprendi bem a lição, caio em outra. Nesse dia dos professores, eu nao tinha me dado conta de que tbm sou uma. E tbm aluna, eternamente aluna. Quando se é professor, paradoxalmente vc está condenado a ser um eterno aprendiz. Magister, discipuli. Alguns magisteres nos ensinam pelo exemplo a nao ser seguido, outros por serem modelos vivos de seguimento. Nâo tenho nenhum professor que seja meu unico modelo, todos o são.
Estou ouvindo "teacher" do Jethro Tull, gostei da musiquinha, recomendo. Mais algumas sugestões para o dia de hj:

* "One more try" - George Michael. Essa é melancolica, mas vale, hehe. Trecho:

"And teacher
There are things
That I don't want to learn
Oh the last one I had
Made me cry
So I don't want to learn to
Hold you, touch you
Think that you're mine
Because it ain't no joy
For an uptown boy
Whose teacher has told him goodbye, goodbye, goodbye"
 
* Another brick in the wall" - Pink Floyd. Até eu me sinto só mais um tijolo na parede, a etrena condição do aluno...trecho:
 
"We don't need no education
We don't need no thought control
No dark sarcasm in the classroom
Teachers leave them kids alone
Hey! Teachers! Leave them kids alone!
All in all it's just another brick in the wall.
All in all you're just another brick in the wall.

We don't need no education
We don't need no thought control
No dark sarcasm in the classroom
Teachers leave them kids alone
Hey! Teachers! Leave them kids alone!
All in all it's just another brick in the wall.
All in all you're just another brick in the wall." (na verdade foi a musica toda, part II)
 
* "Teacher, I need you" - Elton John. Essa é legal, um garoto com a professora, cantado por Elton John? hmmmm rsrsrs...trecho:
 
"Oh teacher I need you like a little child
You got something in you to drive a schoolboy wild
You give me education in the lovesick blues
Help me get straight come out and say
Teacher I, teacher I, teacher I, Teacher I need you"
 
Ouçam a do Jethro Tull, muito boa. E, finalmente, "Looking for Angel" cantada por Laura Pausini. Ela fala a expressão "I've learned my lesson well/ some things don't work the way you planned...". Teachers podem ser angels ou demons. Ou, através de sua aparente "demonição", ensinar algo que levaremos pra vida. Mas o problema é que esses nós temos que decifrar, e estamos acostumados ao fácil, ao legal, ao "tá na cara". GRG e AMFB são esses exemplos pra mim. A primeira, a desorganização em pessoa, mas aos poucos vc vai percebendo o quanto ela sabe de tudo, vai entendendo o pq de ela ser do jeito que é, vai aceitando. AMFB é o fácil o "tá na cara", mas não se engane, ela não é ingênua, pelo contrário, torna-se exigente no fim das contas, talvez mais que GRG. Tudo tem sua "gracia", nao é mesmo? rsrsrs....
 
Nao sei o tipo de teacher que sou; como eu contei na minha language teaching history, estou ainda construindo minha identidade como teacher. Não sou a desorganização, tão pouco a perfeição; não sou a engraçada, tão pouco a rígida total. Estou me construindo, mas eh certo que já tenho lá meu perfil definido.

A todos os profissionais da educação (nem todos professores...mas todos os professores o são...) feliz dia!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A fase do não

Lídia tem me dito muito não ultimamente. E haja paciência para lidar com isso! Uma mulher que trabalha, tem casa, marido e uma filhinha pequena realmente tem problemas com ser paciente. Tudo que envolve ser uma boa mãe fica ameaçado quando não se pode dedicar-se à criança integralmente. E toda mãe tem, de dois, um dos sonhos: poder dedicar-se integralmente ao seu rebento ou sair para trabalhar sem sentir-se culpada. O primeiro ainda é possível de conseguir para algumas afortunadas; já o segundo... Bem vinda ao mundo da maternidade!

Bom, os nãos da Lídia só não são mais problemáticos porque sua alegria impera e nos contagia. Ainda bem que já estou de "férias" (duas semaninhas de julho) e posso acompanhar melhor a pequena com toda sua cantoria, obra da escolinha e dos videos da galinha pintadinha. Além da galinácea, no menu temos Peppa Pig, O show da Luna, Mundo Disney e por aí vai. Na festa da família na escolinha, a professora bem que tentou fazer os pequenos falarem os ver…

Personas

O top virou peça de dormir. O shortinho de academia, bem, uso em casa mesmo. A disposição pra levantar de manhã cedo e ir caminhar depois de colocar a filhotinha na van se foi, preciso dormir mais, obra do cansaço. Qualquer roupa tá bom. Me arrumar? Quando dá. Se der, deu, se não der, paciência.

Em pleno dia do rock, o dia foi pauleira mesmo. Muita prova de recuperação, aluno enchendo por causa de pontos, ter que manter a todo custo o aluno em sala de aula fazendo alguma coisa, ufs! Conselho de classe e entrega de notas foram pra agosto, thanks God! Mas o dia deixou suas marcas. Uma forte dor de cabeça me tomou desde cedo, tomei um remédio - sim, automediquei-me - e passou, mas me deixou um tanto ligada o comprimido marrom que contém cafeína.

Não tenho tempo para mim, mas tento. Estou fazendo um curso online de musicoterapia e a música é minha melhor terapia. canto mal, mas espanta mesmo os males! Não é fácil conciliar todas as personas: mulher, mãe, professora, esposa, dona de casa,…

Primeira postagem 2016

Nem me dei conta de que hoje foi sábado. Os dias aqui, para mim, passam como se fosse uma coisa só: todo dia, "nada" pra fazer - ócio criativo, talvez, apesar de que não tenho criado nada. Mas tenho visto e lido de um tudo: muitos filmes (Império, Transcendence, Mad Max, etc) e alguns livros (Conto de Natal, de Charles Dickens e sobretudo a Bíblia). Ganhei a Bíblia da Mulher e tenho me alimentado bem dela.
esqueci de pegar foto no face
Viajar pra casa dos pais é voltar ao passado infantil. É bom e mau ao mesmo tempo, nos deparamos sempre com algumas mágoas, algumas falhas, alguns concertos. Certas relações a gente não entende porque é do outro; briga, chora, grita, se enraivece e, por fim - maturidade! - aceita e toca o barco.
Tem chovido bem em Sampa. Hoje a água caiu mesmo. Minha mãe e irmã viajaram pra Goiás. E eu cá estou com a minha moreninha, esperando a boa vontade do governo estadual pra voltar pra Bh. Na verdade faremos uma ponte Viçosa-BH. É bom viajar a sós, só co…