Pular para o conteúdo principal

Crises...

Crises vão e vêm... crises de tosse? estranho... Ontem quase morri por causa de uma: sabe quando você engole alguma coisa, tipo quando tá comendo, e engole a comida e ela desce pelo lugar errado? Você tosse, tosse, tosse e o q foi pelo lado errado acaba saindo. Mas eu não estva comendo nada e nem engoli nenhum moskito: o que engoli foi saliva mesmo, o que foi suficiente pra desencadear uma crise de tosse das mais angustiantes e mortais que já tive: eu sempre disse que morria disso, e ontem achei mesmo que ia pro além, tentando achar o ar que não vinha pra dentro e nem saía de jeito nenhum. Cinco, dez, quinze, vinte minutos... nem sei mais quanto tempo tossi sem respirar, sem parar. Senti minha garganta dilatar, como se fosse explodir... ao final da sessão de tosse aguda, eu não tinha voz e minha garganta dóia muito, muito mesmo. E como eu não parava de tossir, as lágrimas se juntaram, e eu chorava e tossia desesperadamente. Seria cômico se não fora trágico, e como foi trágico!

Já me imaginava sem voz tendo que aprender libras por obrigação e contando a todos que eu cantava e dava aulas, mas agora, não podia fazer mais nada... Ao acordar hoje de manhã, achei realmente que não tinha mais voz e não abri a boca com medo. Tive que fazer uma ligação e, ufa, lá estava a minha voz novamente, baixa, estranha, saindo forçada, mas lá estava. A tosse também afetou meus ouvidos, de alguma forma, pois eu sentia não estar ouvindo tudo muito claramente. Agora acho que voltou ao normal.

O dia de ontem foi uma loucura só.Começou dando tudo errado: eu tava com uma certa tosse já, sintomas de gripe que ia e vinha... resolvi ir à Divisão de Saude daki e me mandaram pra enfermagem. A enfermeira mediu minha pressão, perguntou o que eu sentia. Eu disse tudo. Aí ela pediu que eu marcasse uma consulta com o medico, disse que tinha vagas para hoje. Fui lá e não tinha vagas. Me estressei e fui embora, mas pensando em ligar hoje de manhã pra marcar. Hoje liguei e consegui para amanhã. ôh rolo! Bom, continuando com ontem, saí dali estressada, já com raiva... fui resolver algumas coisas e nada se resolvia: fui ao serviço de bolsa e só posso continuar no alojamento mediante apresentação de TODA aquela documentação de 5 anos atrás, de novo!! Jesus...daí fui parar no serviço psicossocial para marcar consulta com algum psicólogo(a). Agora eles estão lá na Vila Gianetti, 28. Tinha um rapaz lá que me atendeu, falando superbaixo - será que além de muda vou ficar surda também? - e disse que era psicólogo e que ia me atender na hora mesmo. Tá né... esperei, preenchi uma ficha, depois ele me chamou. Parecia meio malukinho, pensei: esse cara é mais maluco do que eu", apesar de bonito. Maluco e gay, provavelmente. Bom, e daí, eu já desisti mesmo... conversamos... é claro que tinhamos que tocar no assutno relacionamentos e de repente eu me vi num mar de lágrimas... "Isso é uma coisa que mexe com vc né? porque?" Ah, doutor, se vc soubesse também ia chorar...mas a minha garganta fechou, olhei pra ele, homem, não falei muita coisa, nem metade do que tenho vontade de falar... Ele estipulou 6 sessões, marcou um outro dia, me deu um abraço. Fui embora me sentindo meio ridícula. Daí fui almoçar e fui dar aula a tarde até a noite, tossindo... Quando voltei pra casa é que deu a maldita crise. Achei que ia partir mesmo, não achava ar, por mais de meia hora ou sei lá, pareceu uma eternidade... Hoje acordei com os olhos inchados do choro-tosse.

and I wonder what is happening to me... o que será isso, alguma doença nova? já estou com cancêr na garganta por ter fumado um maço no máximo de cigarro durante os dois últimos anos? O pior são já algumas sequelas: estou com uma tremenda falta de ar, respiro e dói, ando um pouquinho e dói, falar também dói.

changing the subject, recebi as fotos de Petrópolis, enfim. Colokei só uma aqui, o resto tá no orkut. Bye!
Eu com a Catedral São Pedro Alcântara ao fundo. Linda, não? (a catedral!!hehe)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A fase do não

Lídia tem me dito muito não ultimamente. E haja paciência para lidar com isso! Uma mulher que trabalha, tem casa, marido e uma filhinha pequena realmente tem problemas com ser paciente. Tudo que envolve ser uma boa mãe fica ameaçado quando não se pode dedicar-se à criança integralmente. E toda mãe tem, de dois, um dos sonhos: poder dedicar-se integralmente ao seu rebento ou sair para trabalhar sem sentir-se culpada. O primeiro ainda é possível de conseguir para algumas afortunadas; já o segundo... Bem vinda ao mundo da maternidade!

Bom, os nãos da Lídia só não são mais problemáticos porque sua alegria impera e nos contagia. Ainda bem que já estou de "férias" (duas semaninhas de julho) e posso acompanhar melhor a pequena com toda sua cantoria, obra da escolinha e dos videos da galinha pintadinha. Além da galinácea, no menu temos Peppa Pig, O show da Luna, Mundo Disney e por aí vai. Na festa da família na escolinha, a professora bem que tentou fazer os pequenos falarem os ver…

Personas

O top virou peça de dormir. O shortinho de academia, bem, uso em casa mesmo. A disposição pra levantar de manhã cedo e ir caminhar depois de colocar a filhotinha na van se foi, preciso dormir mais, obra do cansaço. Qualquer roupa tá bom. Me arrumar? Quando dá. Se der, deu, se não der, paciência.

Em pleno dia do rock, o dia foi pauleira mesmo. Muita prova de recuperação, aluno enchendo por causa de pontos, ter que manter a todo custo o aluno em sala de aula fazendo alguma coisa, ufs! Conselho de classe e entrega de notas foram pra agosto, thanks God! Mas o dia deixou suas marcas. Uma forte dor de cabeça me tomou desde cedo, tomei um remédio - sim, automediquei-me - e passou, mas me deixou um tanto ligada o comprimido marrom que contém cafeína.

Não tenho tempo para mim, mas tento. Estou fazendo um curso online de musicoterapia e a música é minha melhor terapia. canto mal, mas espanta mesmo os males! Não é fácil conciliar todas as personas: mulher, mãe, professora, esposa, dona de casa,…

Primeira postagem 2016

Nem me dei conta de que hoje foi sábado. Os dias aqui, para mim, passam como se fosse uma coisa só: todo dia, "nada" pra fazer - ócio criativo, talvez, apesar de que não tenho criado nada. Mas tenho visto e lido de um tudo: muitos filmes (Império, Transcendence, Mad Max, etc) e alguns livros (Conto de Natal, de Charles Dickens e sobretudo a Bíblia). Ganhei a Bíblia da Mulher e tenho me alimentado bem dela.
esqueci de pegar foto no face
Viajar pra casa dos pais é voltar ao passado infantil. É bom e mau ao mesmo tempo, nos deparamos sempre com algumas mágoas, algumas falhas, alguns concertos. Certas relações a gente não entende porque é do outro; briga, chora, grita, se enraivece e, por fim - maturidade! - aceita e toca o barco.
Tem chovido bem em Sampa. Hoje a água caiu mesmo. Minha mãe e irmã viajaram pra Goiás. E eu cá estou com a minha moreninha, esperando a boa vontade do governo estadual pra voltar pra Bh. Na verdade faremos uma ponte Viçosa-BH. É bom viajar a sós, só co…