Pular para o conteúdo principal

Deus e recomendações


Estava lendo há pouco notícia no fuxicogospel (nome meio estranho, but that's ok) de uma cantora gospel Americana que "saiu do armário", se assumiu lésbica. Livre-arbitrio, é só o que tenho a dizer... Mas aí fui pra notícias sobre Thalles Roberto, o pop do momento no mundo gospel. A notícia indicava um comentário contra a nova música do Thalles, essa daí do clipe. Thalles tem um jeito meio doidão, modernoso demais para alguns cristãos. Gosto de algumas de suas músicas, geralmente de entrega e submissão à Deus. Não vi nada de mais nessa nova, a não ser uma tentativa boba até de humanização de Deus. Acho que Deus não fica muito atrás da gente porque... ele é Deus! Um ser superior, diferente, melhor, a quem não compreendemos. O que Ele pede é que O aceitemos, e acho que essa é a mensagem principal, Ele se mostra em algumas situações, mas muitas vezes não o vemos ou sequer entendemos. Deus é poesia, não é pra compreender, é pra incorporar, parodiando Manoel de Barros. Sou tradicionalista, não gosto muito de modernidades e as músicas gospel estão promovendo demais as criaturas ao invés do Criador. Mas creio que este também é um meio de atrair para o mundo cristão. Se a pessoa vem e aceita Deus com todo seu plano mirabolante e louco aos olhos humanos, nada a tirará de lá, da presença dEle. Nada. 
...

Comer de 3 em 3 horas;
incluir hortaliças na alimentação (todo dia)
incluir frutas na alimentação (todo dia)

Essas foram algumas recomendações nutricionais que estou tentando seguir. Voltei a comer no RU mesmo, acho que até já falei isso... nada de novidades, a não ser o sangue. Meu é A+ e o dele é O-, será que tem problema para o bebê? Porque tudo que li até agora diz que tem problema se a mãe tiver Rh negativo e o bebê gerar o positivo do pai, mas o contrário não achei nada, se alguém souber... ainda farei exames de sangue a pedido médico, dentre outros. 
O inverno entrou, mas nem parece. Aqui em Viçosa faz frio e esquenta de dia, alternadamente. Os protestos pelo país continuam, queria ir, iria se não tivesse perigo algum. O mundo está mudando cada vez mais, isso é bom, isso é mau. Tenho medo, como criar meu filho, como ele vai ser, se vai ser próximo de mim ou não, qual o grau de influência que terei sobre ele. Nessa fase inicial, de aceitação, muitos medos e só a certeza do amor. Bye. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

H. Pylori

A partir de hoje, se a grana deixar, minha dieta será essa aqui. Descobri, indo hoje ao médico, que tenho uma bactéria no estômago, na verdade uma bactéria comum que muita gente tem, mas que pode ou não se manifestar pro mal. É claro que no meu caso ela fez questão de ser do mal e se manifestar. Eu já tinha cortado bebidas alcoólicas, café e refrigerante, agora só falta remover o estômago mesmo. Sim, porque comer só frutas (não cítricas), legumes e vegetais sempre refogados, lembrar que isso ou aquilo tem gordura ou ataca o estômago, bom, é coisa de nutricionista, ou de gente antenada demais no que come. Cortar frituras também, que são superiormente mais saborosas que coisas cozidas, mas tudo bem. E pensar que tem gente se acabando no torresmo com cachaça sem nada lhes acontecer... Mais um capítulo da injustiça do universo contra mim. A vida sem sabor.
Duzentos mil atrasos hoje e o preço do remédio pra matar a bactéria me fizeram chorar de raiva e tristeza. Pergunto, como sempre, por…

Inutilidade pública - a história de Benê

O que é ser (in)útil?


Benê se sentia inútil. Vivendo de aluguel com uma gata e uma cadelinha, ia empurrando as coisas com a barriga (literalmente). Desempregado e acima do peso, gostava mesmo era de comer, jogar video game e conversar com friends pelo cell phone. A cadelinha era sua melhor companhia. de vez em quando gritava com ela, tocava-a de onde estava, mas ela logo voltava feliz lhe abanando o rabo. Já a gata não. Olhava-o com altivez, as vezes se roçava em suas pernas, recebia seu carinho e até dormia com ele, mas se irritada, arranhava-lhe sem dó e de repente. Benê tinha vários arranhões, mas amava aquela gata sem bem saber por que. De vez em quando ela dava um sumiço, mas sempre também voltava, com parcimônia. Estava sempre pronta para partir. 
Benê comia porcarias, e comida boa em quantidades rinocerônticas, mas gostaria de mudar se não fosse essa imensa, intensa e incontrolável fome que sentia. A comida era a única fonte e prazer que enxergava, rápida e concreta. Um dia pas…

Homens marinheiros

Marinheiro - Adriana Calcanhotto



O meu amor me deixou
levou minha identidade
não sei mais bem onde estou
nem onde há realidade

Ah, se eu fosse marinheiro
era eu quem tinha partido
mas meu coração ligeiro
não se teria partido

ou se partisse colava
com cola de maresia
eu amava e desamava
surpreso e com poesia

ah se eu fosse marinheiro
seria doce meu lar
não só o Rio de Janeiro
a imensidão e o mar

leste oeste norte sul
onde o homem se situa
quando o sol sobre o azul
ou quando no mar a lua

não buscaria conforto
nem juntaria dinheiro
um amor em cada porto

Ah se eu fosse marinheiro..
não pensaria em dinheiro
um amor em cada porto..
Ah se eu fosse marinheiro..

O meu amor me deixou,
levou minha identidade
nao sei mais bem onde estou
nem onde ha realidade

Ah, se eu fosse marinheiro
era eu quem tinha partido
mas meu coração ligeiro
nao se teria partido
ou se partisse colava
com cola de maresia

Homens são marinheiros, trabalhadores de um dia que vêm ,aportam, conquistam, usam, amam por uma noite e se vão…